Take a fresh look at your lifestyle.

Escola da rede municipal inicia projeto de empreendedorismo

-publicidade-

Os alunos do 5º ano do Ensino Fundamental da Escola Municipal Maria Lira Pereira, em Petrópolis, zona Sul, tiveram uma aula diferenciada na manhã desta terça-feira, 19/3. Mais de 20 estudantes iniciaram o projeto de empreendedorismo da Prefeitura de Manaus, que neste ano é realizado em parceria com a Junior Achievement Amazonas.

Ao menos 32 escolas participarão do projeto, que neste ano envolverá 4 mil alunos do 5º ao 9º ano do Ensino Fundamental da Secretaria Municipal de Educação (Semed), que receberão técnicas de iniciação ao empreendedorismo.

A atividade é realizada no contraturno em que o aluno estuda. O tema trabalhado esse ano em todas as escolas da Semed será o “Empreendedores Climáticos”, com carga horária de 5 horas. A intenção é ensinar aos alunos o atendimento e respeito das mudanças climáticas originadas pelas ações do homem, criando assim responsabilidade e cooperação, reduzindo os efeitos negativos e impulsionando hábitos de desenvolvimento sustentável.

O primeiro dia de estudo sobre o assunto foi de conversa e orientação de como empreender de uma forma correta e sustentável. Para a instrutora da Junior Achievement Amazonas, Francilene Franco, que ministrou a aula, é muito comum às pessoas pensarem que empreendedorismo se trata apenas de investimento com fins lucrativos e sem responsabilidade com a sociedade.

“Esse momento de conversa é muito importante para que esses futuros empreendedores tenham noção da responsabilidade que eles terão com a sociedade. A gente acredita que trabalhando isso desde criança acaba introduzindo essa responsabilidade na filosofia de vida desses estudantes e se um dia decidirem que serão empreendedores já saberão fazer de forma correta, preocupada e não apenas com o conceito ultrapassado de empreender, que é apenas visando o lucro sem nenhuma responsabilidade”, explicou Francilene.

Para o aluno Geovane Góes, 10 anos, as ações sem responsabilidade interferem até na mudança do clima. “A gente precisa ter muita responsabilidade com as nossas ações, o lixo que é jogado nas ruas faz mal à sociedade e o meio ambiente e isso interfere até na mudança do clima. Agora vou observar mais isso em casa, na minha rua e na escola, com campanhas de orientação”, disse Geovane.

A escola Municipal Maria Lira Pereira atende 690 alunos do 1º ao 5º ano, desses, dos quais 97 são do 5º ano e integram o projeto. De acordo com a gestora da unidade de ensino, Giane Fernandes, os alunos contemplados serão monitores e multiplicadores do objetivo do estudo para outros alunos.

“Por mais que esse projeto seja voltado para as turmas de 5º ao 9º ano, os outros alunos também terão conhecimento e essa responsabilidade ficará para os alunos que participam da ação. Eles visitarão as outras turmas explicando de que forma será trabalhado o empreendedorismo na escola e também contaremos com a ajuda dos professores do 5º ano. A intenção é a de que todos participem e tenham conhecimento”, comentou.

Temas
Os temas abordados e a carga horária são diferenciados por turma. O 6º ano receberá orientação sobre “Introdução ao Mundo do Negócio”, 7º ano “Nosso Mundo”, cada tema com carga horária de 5 horas. O 8º ano trabalhará o tema “Economia pessoal”, com carga horária de 10 horas e o 9º ficará com o tema “Empresa em Ação” e 12 horas de estudo.

“Essa visão de forma geral é a de trabalhar o empreendedorismo nas crianças e adolescentes com temas variados, do cuidado com o meio ambiente, sensibilizando ações de preservação da natureza”, observou o gerente pedagógico da Divisão Distrital Zonal (DDZ) Sul da Semed, Anderson Rodrigues.

— — —

Texto: Érica Marinho / Semed

Foto: Cleomir Santos / Semed

-publicidade-