As Principais Notícias do Estado do Amazonas estão aqui!

Escola de Manaus vira exemplo de cidadania com Plano de Combate ao Desperdício

O Plano de Combate ao Desperdício da rede municipal de ensino já reduziu gastos de mais de R$ 1 milhão nas contas de água e energia

Há quatro anos, a Prefeitura de Manaus realiza o Plano de Combate ao Desperdício nas 499 escolas gerenciadas pela da Secretaria Municipal de Educação (Semed) promovendo a consciência cidadã entre os alunos. Com a redução no gasto de água, a escola municipal Guilherme Barbosa Barker, no Santo Antônio, zona Oeste, foi a grande campeã de 2018 do Plano de Combate ao Desperdício. Além da premiação, os alunos tiveram um dia de recreação com salas de cinemas, brincadeiras, karaokê e uma pista de dança.

“É muito bonito ver que a educação promovida por nossa equipe pedagógica ultrapassa os muros das escolas e transforma a consciência dos nossos alunos, que se tornam multiplicadores de hábitos saudáveis, de consciência ambiental e cidadã. São projetos, como esse de combate ao desperdício, que fazem a diferença para uma educação de qualidade”, comentou o prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, ao ser informado sobre a premiação da escola municipal Guilherme Barbosa Barker.

O Plano de Combate ao Desperdício da rede municipal de ensino já reduziu gastos de mais de R$ 1 milhão nas contas de água e energia. O subsecretário de Administração e Finanças da Semed, Thiago Sarubi, que participou da premiação realizada na última semana, destacou a importância em conscientizar os alunos sobre o desperdício.

“O objetivo do Plano é a redução de gastos, mas a conscientização dos alunos é o que mais representa para nós. Ganha a parte econômica, mas ganha muito mais a ambiental. Os alunos começam a entender que com a redução nos gastos da água, eles estão contribuindo com a natureza e entendendo que de onde se tira muito, um dia pode faltar. É algo que eles levam para casa também”, comentou Sarubi.

A escola municipal Guilherme Barbosa Barker atende 402 alunos, entre crianças e adolescentes, do 1º ao 9º ano do ensino fundamental, e recebeu troca de telhado, reformas nos banheiros dos alunos, troca de torneiras da cozinha, entre outras. De acordo com a gestora da unidade, Nilda Bentes, para alcançar o primeiro lugar vários hábitos foram mudados.

“Nós trocamos as torneiras que ficavam pingando, nós reduzimos as lavagens na escola e definimos os dias e o tempo para fazer a limpeza. Os alunos também participaram de palestras de economia e eles pararam de deixar as torneiras do banheiro abertas, essas atividades continuarão na escola”, afirmou Nilda.

O aluno do 6º ano, Miro Gabriel Brandão, 11, disse que sempre evitou deixar a torneira aberta, mas que agora sabe da importância dessa consciência ambiental. “Às vezes, o aluno vai ao banheiro só para brincar, joga água na cabeça, dá descarga sem necessidade. Com esse programa muitos hábitos mudaram e agora eu abro e fecho a torneira bem rápido. Só o necessário”, disse o aluno, que também adotou as práticas de combate ao desperdício em sua casa.

Os professores também foram homenageados pelo o empenho nas atividades com salas de massagens, corte de cabelo, cinema e um almoço.

Texto – Érica Marinho / Semed

Foto– Marinho Ramos / Semcom e Divulgação Semed

você pode gostar também