As Principais Notícias do Estado do Amazonas estão aqui!

Escola ribeirinha da rede municipal recebe projeto de empreendedorismo

A escola municipal José Sobreira, localizada na comunidade Nossa Senhora de Fátima, na zona ribeirinha de Manaus, é a primeira unidade de ensino da rede municipal a receber o programa “Empreendedorismo nas escolas”, uma parceria entre a Prefeitura de Manaus e a Junior Achievement. Nesta segunda-feira, 24/6, aproximadamente 25 estudantes do 9° ano do ensino fundamental iniciaram o projeto, que atenderá turmas do 5º ao 9º ano, alcançado mais de cem alunos.

Serão realizados encontros com carga horária de 12 horas com estudantes do 8° e 9° ano, e de 5 horas com os demais. Os alunos trabalharão temas como empresa em ação, que explicará o papel das empresas na sociedade; gerenciamento financeiro, para ajudar os jovens a entender como o dinheiro vai para a casa deles e como é gerenciado; entre outros. Ao final do curso os estudantes receberão certificação.

A assessora pedagógica do Departamento Geral de Distritos (DEGD), da Secretaria Municipal de Educação (Semed), Cláudia de Oliveira, apontou que esse programa é realizado na secretaria por se tratar de um tema transversal, que influencia toda a formação do estudante.

“O empreendedorismo é um tema transversal, assim como a saúde e o meio ambiente. Ele é ministrado no contraturno, porque a questão da carga horária de aulas não pode ser interrompida. É uma preparação para vida, de forma empreendedora, que não é só voltado aos negócios”, explicou.

Este é o segundo ano consecutivo que a escola participa do programa de Empreendedorismo da prefeitura. De acordo com a gestora da unidade, Maria Ozenilda de Lima, a iniciativa auxilia os estudantes, principalmente para o futuro.

”Ano passado e este ano, passei em várias salas e os alunos falaram que gostaram muito do curso. Depois que eles fizerem esse curso, o currículo deles estará mais enriquecido, vão poder usar esse curso até mesmo para encontrar a futura profissão”, comentou.

Eloisa Miguel das Graças, estudante do 9º ano, espera, inclusive, transmitir o conhecimento assimilado para outras pessoas. “O que eles me explicaram é que investir em algo, como na escola que estamos investindo, é investir em conhecimento. Eu posso compartilhar com as pessoas o que eu entendi”, pontuou.

O projeto

Ao menos 32 escolas participarão do projeto, que neste ano envolverá 4 mil alunos do 5º ao 9º ano do ensino fundamental da rede municipal de ensino, que receberão técnicas de iniciação ao empreendedorismo.

Os temas abordados e a carga horária são diferenciados por turma. O 6º ano receberá orientação sobre “Introdução ao Mundo do Negócio”, 7º ano “Nosso Mundo”, cada tema com carga horária de 5 horas. O 8º ano trabalhará o tema “Economia pessoal”, com carga horária de 10 horas e o 9º ficará com o tema “Empresa em Ação” e 12 horas de estudo.

A assistente de projetos da Junior Achievement, Caroline Calderaro, ressaltou que o objetivo do trabalho é levar para os alunos assuntos não tocados comumente em sala de aula e conseguir que eles tenham oportunidades que ainda não foram vislumbradas antes.

“Por meio do conhecimento de novas áreas, antes desconhecidas, quebramos o paradigma que a criança que nasceu em um ambiente tem que se conformar. A gente conscientiza as crianças que o empreendedorismo é um ato que elas tomam com relação a elas mesmas”, salientou.

O programa começou a ser trabalhado em março na Semed e segue até o mês de novembro.

Texto – Alexandre Abreu / Semed

Foto – Marinho Ramos / Semcom

você pode gostar também