As Principais Notícias do Estado do Amazonas estão aqui!

Escolas da rede estadual desenvolvem projetos pedagógicos em preparação para avaliações nacionais

No ensejo de avaliações nacionais, como a Prova Brasil, escolas estaduais intensificam seus projetos educacionais.
Realizada a cada dois anos pelo Governo Federal para avaliar o desempenho educacional de estudantes do 5º e do 9º ano do ensino fundamental das redes públicas no país, a “Prova Brasil” será aplicada no mês de novembro em todo o território nacional. Para qualificar os estudantes para a prova e utilizar o seu ensejo para reforçar os métodos de ensino, muitas escolas da rede pública estadual do Amazonas estão realizando ações pedagógicas diferenciadas já neste primeiro bimestre letivo do ano.

Uma das unidades de ensino com projetos focados na preparação para a avaliação nacional é a escola estadual Carvalho Leal, localizada na Rua Borba, s/nº, bairro Cachoeirinha (zona sul de Manaus).

Direcionado pelas professoras de Língua Portuguesa, Soraya Freire e Aldemisa Costa, um dos projetos aplicados busca reforçar os ensinamentos da disciplina (de Língua Portuguesa) com recursos criativos, voltados para o público infanto-juvenil. “Trabalhamos, por exemplo, os conteúdos de leitura, escrita e pontuação fazendo o uso de ‘histórias em quadrinho’ e demais textos relacionados com o imaginário infantil”, informou Soraya Freire.

O método, segundo a educadora, tem repercutido positivamente junto aos alunos do ensino fundamental da escola.

Soraya ressaltou que o trabalho pedagógico foi projetado após a escola notar a dificuldade que alguns alunos tinham em aplicar as normas (de Língua Portuguesa) em seu dia-a-dia. “Essa dificuldade vem sendo sanada, pois eles passaram a perceber que o que é ensinado pode ser aplicado no cotidiano, na forma de se expressar e interpretar o que leem”, disse a professora.

Além de trabalhar com recursos como ‘histórias em quadrinho’ e textos de linguagem infantil, a escola também faz uso de recortes de jornais e de revistas. Os recursos auxiliam na orientação quanto à leitura e interpretação textual.

Soraya Freire mencionou que a ação da escola com foco no ensino da Língua Portuguesa também abrangerá, ao longo do ano letivo, demais conteúdos que geralmente constam na Prova Brasil, tais como: gêneros textuais, relações entre os recursos expressivos, efeitos de sentido e, especialmente, leitura e interpretação. “A leitura precisa ser internalizada e vivenciada pelas crianças. Precisa ter significado, não pode ser algo apenas mecânico”, completou a professora.

Prova Brasil – Organizada pelo Ministério da Educação por meio do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), a Prova Brasil é realizada a cada dois anos e direcionada a estudantes do 5º e 9º anos (ensino fundamental). A prova também é realizada de forma amostral com estudantes do ensino médio.