As Principais Notícias do Estado do Amazonas estão aqui!

Escritório do Empreendedor terá ampliação no atendimento a partir de segunda-feira

Pensando na melhoria do atendimento ao público, o Escritório do Empreendedor, coordenado pela Prefeitura de Manaus por meio da Secretaria Municipal do Trabalho, Empreendedorismo e Inovação (Semtepi) , terá uma quantidade maior de serviços, a partir desta segunda-feira, 20/1.

Como resultado das atividades da Semana de Atendimento do Escritório, realizada em novembro do ano passado, agora o público empreendedor vai contar com a presença diária de diversas instituições importantes para o andamento de seus empreendimentos.

A partir da próxima semana, profissionais da Vigilância Sanitária Municipal (Visa Manaus); Secretaria Municipal de Finanças, Planejamento e Tecnologia da Informação (Semef); Junta Comercial do Estado do Amazonas (Jucea); Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Implurb) e Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae-AM), estarão realizando atendimentos semanalmente no Escritório do Empreendedor.

De acordo com o secretário executivo do Fundo Municipal de Empreendedorismo e Inovação (Fumipeq), Fabio Castro, que também coordena o Escritório, o intuito é conscientizar o microempreendedor da importância desses órgãos e fazer com que ele enxergue o Escritório como um parceiro apoiador do seu negócio.

“Os empreendedores precisam enxergar a Prefeitura de Manaus como apoiadora total de seus empreendimentos. Seguindo a determinação do prefeito Arthur Neto estamos aqui para orientá-los a se regularizarem perante a estas instituições que contribuem para um melhor funcionamento dos negócios”, frisou.

A Visa Manaus, departamento da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), por exemplo, vai orientar empreendedores que trabalhem com serviços e produtos que se relacionem direta ou indiretamente com a saúde. Já o Implurb é responsável pela emissão da certidão de informações técnicas para o uso do solo.

Referente aos serviços de alvará de funcionamento e emissão de notas fiscais, os microempreendedores contarão com o auxílio da Semef. A Junta Comercial do Estado vai orientar o público quanto a execução do registro mercantil. O Sebrae trará orientação sobre o processo de formalização, legalização e licenciamento e o Escritório do Empreendedor continuará com os atendimentos voltados à Rede Sim, onde realizam coleta de dados dos microempreendedores individuais (MEIs), registros, inscrições e licenças.

Foto – Divulgação / Semtepi