Manaus é a primeira cidade contar com a versão audiodescrição do espetáculo “Misanthrofreak”, do Grupo Desvio de Brasília (DF). A montagem, que já estreou em Nova Iorque, nos Estados Unidos, e foi apresentado em cinco países europeus, será exibido sexta, sábado e domingo, às 20h, no Les Artistes Café Teatro (Avenida Sete de Setembro, 377, Centro).
A entrada é gratuita mediante a doação de um livro.
A peça entrou em circulação nacional por meio do Programa Petrobras Distribuidora de Cultura 2015/2016 e chega a Manaus este fim de semana e em Manaus tem o apoio da Prefeitura de Manaus e Fundação Municipal de Cultura e Turismo (Manauscult).

 

Premiado como melhor espetáculo de teatro de 2014 em Brasília pelo Prêmio Sesc de Teatro Candango, “Misanthrofreak” aborda o fracasso, o erro e a dificuldade de tomar decisões de forma poética e lúdica. A montagem é um solo “performático-pop-clown-multimídia” une técnicas de cinema e teatro no palco. “Exibir para pessoas cegas é uma experiência nova para gente”, diz o diretor Rodrigo Fisher.
Além de dirigir, ele escreveu e é o protagonista da obra que é fruto de um trabalho de pesquisa doutorado do artista.

 

Oficina sexta e sábado
Além das apresentações, o projeto inclui encontros, cursos e exibições para alunos. A programação do fim de semana contará com a “Oficina Atuação entre o teatro e o cinema: a performatividade do instante”, realizada na sexta e sábado, das 14h às 19h no Les Artistes Café Teatro (Avenida Sete de Setembro, 377, Centro). As inscrições podem ser feitas pelo e-mail [email protected] A entrada é gratuita mediante a doação de um livro.

A oficina teatral “Atuação entre o teatro e o cinema: a performatividade do instante”, ministrada pelo próprio ator e diretor Rodrigo Fischer, será realizada a partir da técnica Meisner de atuação e sua atualização dentro do contexto do teatro performativo, fundamentando assim importantes características técnicas para o ator nessa fronteira teatro-cinema. A atividade realizada terá carga horária total de dez horas, objetivando que os participantes aprimorem seus conhecimentos para a multiplicação da técnica no contexto local.