Take a fresh look at your lifestyle.

-publicidade-

Estado e Manaus fazem planejamento integrado da rede de assistência em Saúde

Técnicos da Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM) e da Secretaria Municipal de Saúde de Manaus (Semsa Manaus) trataram, nesta sexta-feira (05/02), da construção de um plano integrado de estruturação da rede de assistência em Saúde na capital do Amazonas.

O objetivo é planejar ações para os próximos quatro anos que permitam, de forma gradativa, que serviços da Atenção Primária à Saúde (APS) na capital, sob a gestão do Estado, passem a ser gerenciados e prestados integralmente pelo Município.

A estruturação da rede de assistência na APS, que deve ocorrer em paralelo com a ampliação dos serviços, é uma demanda antiga do Governo do Amazonas e dos órgãos de controle. E pela primeira vez, Estado e Município, de forma conjunta, se reúnem em uma mesa de negociação para planejar ações nesse sentido.

“Manaus é um município que representa mais de 50% da população de todo o Estado, o que merece atenção de todos. Então, por determinação do Secretário de Estado de Saúde, Marcellus Campêlo, a gente começa a trabalhar nesse plano integrado com a Semsa Manaus”, comentou o secretário Executivo de Assistência da Capital, da SES-AM, Jani Kenta Iwata.

“Isso é um fato histórico, em que os dois, Município e Estado, estão unidos para melhorar a cobertura na assistência em saúde, tanto no município como no Estado. É um movimento que vai mudar o setor de saúde na nossa cidade a médio e longo prazos”, comentou o subsecretário de Gestão da Saúde do Município de Manaus, Luiz Cláudio de Lima Cruz.

A primeira reunião entre o Estado e o Município foi realizada na tarde desta sexta-feira, na sede da Semsa Manaus, na zona centro-sul da cidade. Os técnicos das duas pastas definiram os eixos que serão trabalhados nesse início de planejamento.

Pandemia – Diante da pressão atual sobre o sistema de saúde na capital em decorrência da pandemia, o planejamento inicial foca em ações voltadas ao enfrentamento da Covid-19.

Uma das ações é a elaboração de uma nota técnica com orientações sobre a assistência voltada para pacientes em domicílio, que precisam de cuidados imediatos, seja para tratamento da Covid-19 ou de outras doenças.

A outra frente de trabalho é o fortalecimento da APS no combate à pandemia, com definição clara de perfil de pacientes e de níveis de assistência entre Município e Estado, visando cobrir o vazio assistencial em algumas áreas da capital.

Na próxima semana, os técnicos da SES-AM e da Semsa Manaus voltarão a se reunir. Na ocasião, as pastas já deverão apresentar as propostas que devem fazer parte do plano de ação, de acordo com cada eixo definido na reunião desta sexta-feira (urgência básica, rede materno-infantil, reorganização da rede assistencial, pacientes em condição crônica, saúde mental, serviço de verificação de óbito e vigilância).

O planejamento tem o apoio e a assessoria de técnicos do Ministério da Saúde (MS) e da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS).

FOTO: Lúcio Pinheiro / SES-AM

-publicidade-