As Principais Notícias do Estado do Amazonas estão aqui!

Estagiários do Programa Gestão de Alfabetização participam da última formação deste ano

Governo 3

Estagiários do Programa Gestão da Alfabetização (PGA) da Prefeitura de Manas participaram da última formação do programa deste ano, com o tema “Formação Experimento Científico”. O encontro foi realizado nesta sexta-feira, 27/9, na Universidade Paulista (UNIP), avenida Mário Ypiranga, zona Centro-Sul.

Durante a troca de experiência, os 200 estagiários que participaram da ação foram divididos por grupo, onde realizaram quatro experimentos científicos com os temas: “O refrigerante e a saúde”, “Cabo de guerra elétrico”, “Capilaridade” e ”Tem ferro na comida?”. Todas as experiências serão realizadas até o final do ano letivo com os 12 mil alunos do 3º ano do ensino fundamental, nas 78 unidades que fazem parte do programa.

O encontro é coordenado pela Divisão de Ensino Fundamental (DEFE) da Secretaria Municipal de Educação (Semed), realizado quatro vezes ao ano para apresentar novas metodologias, assim como sugestões e alternativas voltadas à alfabetização dos alunos da rede.

De acordo com o coordenador do PGA, Francinaldo Mendes, as formações são para os estagiários, que posteriormente transmitem o aprendizado para o professor. “Nós não queremos que o professor se ausente tanto da sala de aula, por isso o encontro é com os estagiários, que levam para o professor todos os experimentos trabalhados na formação e eles têm dois meses para desenvolver na escola com os alunos. Assim, durante o ano, são realizados 16 experimentos científicos”, explicou Francinaldo.

Para a assessora em Ciências da Defe, Márcia de Castro, a educação científica é despertar a curiosidade para fenômenos que acontecem no dia a dia e desenvolver as atividades com os adultos é a mesma sensação de que se tivesse com as crianças.

Governo 2

“O experimento científico impressiona tanto os adultos, quanto as crianças. Os estagiários são os nossos termômetros, a empolgação deles descobrindo algo novo e tão simples, que estão muitas vezes no nosso dia a dia, é a mesma reação das crianças. E é isso que nós queremos, despertar a curiosidade nos nossos alunos”, comentou Márcia.

O universitário de Pedagogia, Leonardo Nonato, que atua na escola municipal Lilli Benchimol, na Colônia Antônio Aleixo, zona Leste da cidade, disse que ficou impressionado com os experimentos e que essas atividades tiram os alunos da rotina da sala de aula.

“Esses encontros são muito proveitosos, é uma forma de trocarmos experiências. Nós que somos adultos ficamos impressionados com os experimentos, imagina as crianças? Chegar com essa novidade para os alunos, deixar a lousa e o caderno de lado é uma forma de aprendizagem prática e que eles adoram”, mencionou Leonardo.

O Programa Gestão da Alfabetização

O PGA é uma parceria entre o Instituto Ayrton Senna (IAS) e o Projeto de Expansão e Melhoria Educacional da Rede Municipal de Educação (Proemem), por meio dos recursos do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e está entre as políticas estabelecidas pela Semed para responder aos desafios da alfabetização e letramento, melhorar o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) e alcançar a meta 05 do Plano Municipal de Educação (PME), que pretende alfabetizar 100% das crianças até o 3º ano do ensino fundamental.

Texto – Érica Marinho / Semed
Foto – Divulgação / Semed