As Principais Notícias do Estado do Amazonas estão aqui!

Estagiários do Programa Gestão de Alfabetização participam da última formação deste ano

Estagiários do Programa Gestão da Alfabetização (PGA) da Prefeitura de Manas participaram da última formação do programa deste ano, com o tema “Formação Experimento Científico”. O encontro foi realizado nesta sexta-feira, 27/9, na Universidade Paulista (UNIP), avenida Mário Ypiranga, zona Centro-Sul.

Durante a troca de experiência, os 200 estagiários que participaram da ação foram divididos por grupo, onde realizaram quatro experimentos científicos com os temas: “O refrigerante e a saúde”, “Cabo de guerra elétrico”, “Capilaridade” e ”Tem ferro na comida?”. Todas as experiências serão realizadas até o final do ano letivo com os 12 mil alunos do 3º ano do ensino fundamental, nas 78 unidades que fazem parte do programa.

O encontro é coordenado pela Divisão de Ensino Fundamental (DEFE) da Secretaria Municipal de Educação (Semed), realizado quatro vezes ao ano para apresentar novas metodologias, assim como sugestões e alternativas voltadas à alfabetização dos alunos da rede.

De acordo com o coordenador do PGA, Francinaldo Mendes, as formações são para os estagiários, que posteriormente transmitem o aprendizado para o professor. “Nós não queremos que o professor se ausente tanto da sala de aula, por isso o encontro é com os estagiários, que levam para o professor todos os experimentos trabalhados na formação e eles têm dois meses para desenvolver na escola com os alunos. Assim, durante o ano, são realizados 16 experimentos científicos”, explicou Francinaldo.

Para a assessora em Ciências da Defe, Márcia de Castro, a educação científica é despertar a curiosidade para fenômenos que acontecem no dia a dia e desenvolver as atividades com os adultos é a mesma sensação de que se tivesse com as crianças.

“O experimento científico impressiona tanto os adultos, quanto as crianças. Os estagiários são os nossos termômetros, a empolgação deles descobrindo algo novo e tão simples, que estão muitas vezes no nosso dia a dia, é a mesma reação das crianças. E é isso que nós queremos, despertar a curiosidade nos nossos alunos”, comentou Márcia.

O universitário de Pedagogia, Leonardo Nonato, que atua na escola municipal Lilli Benchimol, na Colônia Antônio Aleixo, zona Leste da cidade, disse que ficou impressionado com os experimentos e que essas atividades tiram os alunos da rotina da sala de aula.

“Esses encontros são muito proveitosos, é uma forma de trocarmos experiências. Nós que somos adultos ficamos impressionados com os experimentos, imagina as crianças? Chegar com essa novidade para os alunos, deixar a lousa e o caderno de lado é uma forma de aprendizagem prática e que eles adoram”, mencionou Leonardo.

O Programa Gestão da Alfabetização

O PGA é uma parceria entre o Instituto Ayrton Senna (IAS) e o Projeto de Expansão e Melhoria Educacional da Rede Municipal de Educação (Proemem), por meio dos recursos do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e está entre as políticas estabelecidas pela Semed para responder aos desafios da alfabetização e letramento, melhorar o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) e alcançar a meta 05 do Plano Municipal de Educação (PME), que pretende alfabetizar 100% das crianças até o 3º ano do ensino fundamental.

Texto – Érica Marinho / Semed
Foto – Divulgação / Semed

você pode gostar também