As Principais Notícias do Estado do Amazonas estão aqui!

Estudante de Parintins é premiada em disputa nacional de desenho e redação

Gov Agricultura

Andria Jhully, da Escola Estadual Nossa Senhora do Carmo, foi destaque na 11ª edição de concurso da Controladoria-Geral da União (CGU)

A estudante Andria Jhully Barroso Farias e a professora Mary Sônia Dutra de Alencar, ambas da 3ª série do Ensino Fundamental da Escola Estadual Nossa Senhora do Carmo, localizada no município de Parintins (a 369 quilômetros de Manaus), foram premiadas na 11ª edição do Concurso de Desenho e Redação da Controladoria-Geral da União (CGU), que teve como tema “Faça o que é certo, mesmo que ninguém veja”. Na manhã desta sexta-feira (6/12), a dupla foi recebida pelo secretário de Estado de Educação e Desporto, Vicente Nogueira, para a entrega dos prêmios (um tablet e um certificado), no auditório do Centro de Formação Profissional Padre José Anchieta (Cepan).

A cerimônia de premiação contou ainda com a presença da secretária executiva adjunta do Interior, Ana Maria de Araújo Freitas; do superintendente substituto da CGU no Estado, Ulisses Mendonça; e da representante da gestora da EE Nossa Senhora do Carmo, Maria da Cruz Silva Conceição, além de alunos da EE Nathalia Uchoa.

No desenho premiado, Andria ilustrou três situações distintas do dia a dia, retratando alguns problemas na sociedade: uma estudante mexendo na bolsa de outra, sem permissão; uma jovem com problemas visuais sofrendo bullying; e um ladrão assaltando a casa de uma mulher, enquanto esta dormia. “A ideia para o meu desenho veio pelo tema do concurso e com a ajuda da minha professora. Não teria conseguido sem ela”, afirmou a aluna.

Ela revela que tentou mostrar a maneira como muitas pessoas agem hoje em dia, com preconceito, bullying e outros problemas sociais. “Esse tema pode mudar a vida de muita gente, para que as pessoas sejam menos preconceituosas com o próximo, porque todos nós somos iguais”, concluiu Andria.

De acordo com a professora Mary Sônia, a vitória no Concurso de Desenho e Redação da CGU representa uma oportunidade: “Para nós, enquanto escola pública, no interior do Amazonas, esse feito representa uma oportunidade. Inserir o aluno nessas conquistas é oportunizá-lo, para que ele possa mostrar aquilo que ele tem de melhor. Nós, enquanto professores, sabemos o quão importantes são essas oportunidades para as crianças”, explicou.

Ao final da cerimônia, a educadora era só elogios a Andria. “Ela é uma criança ímpar, inteligente, dedicada e perspicaz, que consegue retratar isso tanto em desenho e poesia quanto no dia a dia, como aluna”, destacou Mary Sônia.

Inspiração – Segundo o secretário de Estado de Educação e Desporto, Vicente Nogueira, conquistas como a de Andria servem para inspirar outros estudantes a buscarem resultados semelhantes. “A atuação dela é um estímulo para que mais alunos participem de concursos como o da CGU, que é muito interessante e sempre traz um tema bastante motivador. A Andria representou muito bem o Amazonas e o município de Parintins, é motivo de orgulho”, disse o titular da pasta.

Sobre o Concurso – O Concurso de Desenho e Redação da CGU tem como objetivo despertar nos estudantes o interesse por temáticas que envolvam ética e cidadania. A disputa é voltada para alunos dos Ensinos Fundamental (1 e 2) e Médio. Da 1ª à 5ª série do Ensino Fundamental, os estudantes entram na categoria Desenho. Já do 6º ano ao Ensino Médio, incluindo a modalidade de Educação de Jovens e Adultos (EJA), os participantes deverão concorrer na categoria Redação, de 20 a 30 linhas.

Em 2019, o concurso contou com a participação de 818.317 alunos, 27.665 professores, 4.049 escolas e 1.192 municípios de todo o Brasil, o que resultou em 851.182 trabalhos produzidos em sala de aula.

FOTO: Drance Jesus

você pode gostar também