Take a fresh look at your lifestyle.

Estudantes da Faculdade Estácio iniciam as aulas com “trote solidário”, numa ação contra o Aedes Aegypti

-publicidade-

Os estudantes da Faculdade Estácio resolveram transformar o tradicional trote para os calouros, em uma oportunidade para se engajar na campanha de mobilização contra o mosquito Aedes aegypti, transmissor da Dengue, Chinkugunya e Zika vírus. As aulas da faculdade iniciam nesta quarta-feira (09) e os calouros serão convidados a realizar o trote solidário, levando para a comunidade do entorno informações sobre as três doenças e sobre os meios de prevenção contra o mosquito.

A ação, que acontece nas unidades da Estácio em todo o país, vai mobilizar, somente em Manaus, aproximadamente quatro mil estudantes calouros, nas duas unidades da instituição (nas avenidas Djalma Batista e Constantino Nery). Além das ações de combate ao Aedes aegypti, algumas turmas realizarão atividades de doação de sangue, arrecadação de produtos de higiene pessoal e alimentos para instituições filantrópicas, além de orientação sobre diabetes e hipertensão.

Nesta quarta-feira, primeiro dia de aula para os calouros, os alunos veteranos vão apresentar o desafio e eles terão até o próximo dia 19 para realizar a missão. No dia 21, os estudantes vão apresentar os resultados alcançados.

De acordo com o diretor de núcleo da instituição, Roberto Santos, a ação é também uma oportunidade para os calouros interagirem com os veteranos e conhecer os projetos sociais da faculdade.

Para o diretor, neste momento em que o país vive uma situação de risco de proliferação dessas doenças, é importante que todos se mobilizem e comprometam-se em combater o Aedes aegypti. “A Estácio tem como missão institucional educar para transformar e esse tipo de atividade é fundamental, para que os alunos entendam que não basta estar presente na sala de aula, é preciso se envolver nas questões relacionadas com a comunidade em que vivemos”, disse ele.

-publicidade-