As Principais Notícias do Estado do Amazonas estão aqui!

Estudantes da rede estadual doam mais de 200 quilos de alimentos ao LACC

Itens foram angariados em escola da zona leste em ação pelo Outubro Rosa

A solidariedade encheu o coração dos alunos da Escola Estadual Dr. Isaac Sverner e transbordou em doação de alimentos para a Liga Amazonense Contra o Câncer (LACC). Os alunos do bairro São José, na zona leste de Manaus, foram à sede da Liga nesta quinta-feira (07/11) e levaram os mais de 200 quilos de alimentos arrecadados. Os donativos servirão para a confecção das cestas que são ofertadas mensalmente aos pacientes apoiados pela instituição.

A gestora da escola, Irenilce Lasmar, conta que a ação é realizada há alguns anos no mês de outubro, em alusão ao período de conscientização do câncer de mama. Este ano, a LACC foi escolhida como sugestão de duas alunas da escola, que tratam leucemia e câncer de colo de útero.

“Doar faz parte da solidariedade humana, e nenhum dos alunos se esquivou de doar. Alguns cooperaram com outros que não tinham condição para que nós pudéssemos fazer essa ação. Doar um pouco do que se tem para quem não tem é sempre bom. Viemos com alunos do 1º, 2º e 3º anos, dos três turnos, sendo um de cada para representar as turmas”, enfatizou a gestora.

A estudante Sabrina Santos, 16, cursa o 1º ano do Ensino Médio e ficou feliz em poder participar e visitar a instituição. “Eu achei bastante interessante e carinhoso da parte das pessoas que doaram. Eu já vi casos de pessoas doentes que não tinham cuidado, comida, e eu fico muito feliz pela minha escola estar fazendo isso, por estar ajudando. Cada um fez sua parte e estamos gostando de tudo”, garantiu.

LACC – A Liga atende pacientes que tratam o câncer e é voltado para alunos, no entanto, famílias de crianças vindas do interior acabam recebendo auxílio com alimentação e moradia. Mensalmente são distribuídas 200 cestas de alimentos, com itens especificados para os pacientes, como leite em pó e cereais. Cada paciente tem direito a seis meses de benefício. A rotatividade é feita para conseguir atender à demanda.

Silvana Canto, supervisora de Telemarketing do LACC, afirma que cada item doado faz diferença. “Isso é muito, muito importante para gente. Nós estamos vendo que as escolas se preocupam com essa questão social, estão sensibilizando essas crianças a adolescentes. Assim, com certeza mais pessoas vão participar porque tomam consciência de como é importante a gente ter compaixão para com o próximo. São sementes que são plantadas”, elogia.

Diariamente são doados de 300 a 400 lanches na Fundação Cecon aos pacientes e familiares, além das cestas mensais. A LACC é mantida por doadores que financiam todas as iniciativas.

FOTO: Divulgação

você pode gostar também