As Principais Notícias do Estado do Amazonas estão aqui!

Estudantes da rede estadual são premiados em concurso de redação da Defensoria Pública da União (DPU)

Disputa tem como objetivo despertar em seus participantes o interesse por tópicos relacionados à educação em direitos e cidadania

Seis alunos da rede estadual foram premiados na quinta edição do Concurso de Redação da Defensoria Pública da União (DPU), que tem como objetivo despertar em seus participantes o interesse por tópicos relacionados à educação em direitos e cidadania, por meio do incentivo à reflexão e ao debate desses assuntos. Neste ano, a disputa teve como tema “Defender direitos, evitar desastres: como o acesso à justiça contribui para o desenvolvimento sustentável” e agraciou os vencedores com tablets, câmeras digitais e alto-falantes.

Os estudantes premiados foram: Anna Karolyne Lima e Ivan Hericles Brandão Martins, da Escola Estadual Professor Djalma Batista Cunha; Ashiley Rayandra Tello Lima, da Escola Estadual Lucinda Félix de Azevedo; Erika Patrícia Silva Araujo, da Escola Estadual Luís Vaz de Camões; Amós da Silva de Lima, do Centro Educacional de Tempo Integral (Ceti) Gilberto Mestrinho de Medeiros Raposo; e Luciano Sena Fontinele Filho, da Escola Estadual Antovila Mourão.

Além deles, outros seis alunos da unidade de ensino responsável por atender a detentos do Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj) também se destacaram no concurso. São eles: Gilmar Graciano Alves Pimentel, Alexandre dos Santos Souza, Adriano Pereira dos Passos, Williams Thomas Cristo, Iam Flores Mendes e José Lopes Marinho.

A gerente de Ensino Regular da Secretaria de Estado de Educação e Desporto, Sirlei Baima, falou sobre a participação dos estudantes na disputa nacional. “É de extrema importância [a participação], pois ações como esta focam em temáticas importantes para os alunos, como a questão da cidadania. Além disso, motiva-os à leitura e à escrita, que são habilidades essenciais na formação do estudante”, destacou Sirlei

Em seu quinto ano, o concurso – dividido em oito categorias – visou incentivar debates sobre a degradação do meio ambiente e seus efeitos sociais imediatos, além de promover uma reflexão sobre o acesso à justiça como veículo de prevenção e reparação das consequências dos grandes desastres ambientais.

A intenção era que os professores trabalhassem o tema com os alunos, incentivando o debate tanto no ambiente escolar como extraclasse. As redações deveriam ser individuais, inéditas, originais e ter no mínimo 20 e no máximo 30 linhas.

Sobre o concurso – O Concurso de Redação da Defensoria Pública da União (DPU) é realizado com o intuito de despertar em alunos dos ensinos Fundamental 2 e Médio o interesse por tópicos relacionados à educação em direitos e cidadania, por meio do incentivo à reflexão e ao debate desses assuntos.

A disputa é voltada, também, a estudantes da modalidade Educação de Jovens e Adultos (EJA), assim como os adolescentes que estão cumprindo medida socioeducativa de internação e adultos em situação de privação de liberdade em instituições estaduais, desde que devidamente matriculados em escola da rede pública ou de ensino técnico do país, bem como todos os internos das penitenciárias federais.

Ano passado, o concurso teve como tema “Promoção dos direitos humanos e garantia do acesso à justiça” e premiou três amazonenses englobados na categoria de alunos em situação de privação de liberdade no Sistema Prisional Brasileiro.

O resultado pode ser conferido no endereço eletrônico https://concursoderedacao.dpu.def.br/assets2/concursos/5concurso/resultado_final.pdf

FOTO: Cleudilon Passarinho

você pode gostar também