As Principais Notícias do Estado do Amazonas estão aqui!

Estudantes da rede pública estadual falam sobre a satisfação de conduzir a Tocha Olímpica em evento oficial

No último final de semana, a cidade de Manaus se voltou para acompanhar a passagem do maior símbolo das Olimpíadas – a Tocha Olímpica. Personalidades diversas tiveram a oportunidade de participar do momento singular, incluindo estudantes da rede pública estadual, dentre as quais: Milena Coelho Leal, 13, e Rayanna Leite da Costa, 15, ambas estudantes do 9º ano do ensino fundamental do Centro de Educação de Tempo Integral/Ceti Marcantônio Vilaça II (CMPM II), localizada no bairro Cidade Nova.

As estudantes conquistaram o privilégio de conduzir a Tocha ao ser premiadas no concurso de redação “O Brasil e os Jogos Olímpicos”, promovido pelo Ministério da Educação (MEC), Conselho Nacional dos Secretários Estaduais de Educação (Consed) e regionalmente coordenado pela Secretaria de Estado de Educação (Seduc).

A escola das estudantes – Ceti Marcantônio Vilaça 2 (CMPM II) – foi a instituição de ensino no Amazonas selecionada para participar do concurso. A escolha da unidade de ensino pelo MEC teve como parâmetro o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) no ensino fundamental (anos finais) da instituição, que registrou 6.2 em 2013.

Satisfação – De acordo com Milena Coelho Leal, participar do momento olímpico foi muito gratificante, um motivo de orgulho, inclusive, para a sua escola. “Participar desse momento foi uma oportunidade única, algo que entrará para a história do nosso país. Para minha escola, ter duas estudantes participando desse evento é muito gratificante”, afirmou Milena, que em sua dissertação enfatizou a importância do espírito olímpico nas competições, abordando a superação diária de obstáculos pelos atletas, inclusive dos atletas paralímpicos.

Já para a estudante Rayanna Leite da Costa, acompanhar os condutores da Tocha Olímpica foi um momento de muita emoção e entusiasmo. “Para mim, participar desse momento foi muito emocionante, principalmente por ter sido uma das primeiras pessoas a tocar na Tocha Olímpica”, contou Rayanna, entusiasmada.

Também participou do revezamento, a aluna Ingra Lorrene, 17, estudante da escola estadual Coronel Fiuza, localizada no município do Careiro da Várzea (distante 25 quilômetros de Manaus). A jovem que cursa o 3º ano do ensino médio foi escolhida por meio de uma seletiva coordenada pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef).

O Concurso – Coordenado no Amazonas pela Seduc, o concurso de redação é uma ação do Ministério da Educação (MEC) que no ensejo dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos de 2016, visou estimular e fortalecer nas escolas os valores olímpicos de respeito, amizade, excelência e os valores paralímpicos, de determinação, coragem, igualdade e inspiração. O concurso foi promovido nos municípios brasileiros por onde a Tocha Olímpica passou.