As Principais Notícias do Estado do Amazonas estão aqui!

Etapa final do concurso de receitas regionais da Seduc-AM segue neste final de semana, na Expoagro

Catorze unidades de ensino participam da final da disputa, que visa valorizar papel das merendeiras e merendeiros das escolas estaduais do AM

A 41ª Exposição Agropecuária do Amazonas (Expoagro) está sendo palco para a Etapa Final da segunda edição do concurso “Melhores receitas regionais da alimentação escolar”, até domingo (06/10), das 19h às 21h, na área externa do Centro Universitário Nilton Lins, Parque das Laranjeiras, zona centro-sul de Manaus. Realizada pela Secretaria de Estado de Educação (Seduc-AM), a iniciativa visa valorizar o papel de merendeiras e merendeiros das escolas estaduais, promovendo a alimentação regional saudável e adequada no ambiente escolar e mobilizando a comunidade acadêmica para a Educação Alimentar e Nutricional (EAN).

A Etapa Final da disputa será realizada em duas partes. Na primeira delas, que seguirá até sábado (05/10), os jurados do concurso selecionarão sete das 14 receitas já classificadas por meio de seletivas – que ocorreram durante a semana nas Coordenadorias Distritais de Educação (CDEs) de Manaus. As sete finalistas, então, integrarão a finalíssima do “Melhores receitas regionais da alimentação escolar”, que acontece no domingo (06/10).

Na quinta-feira (03/10), primeira noite de competição, quando foram apresentadas as quatro receitas semifinalistas das Coordenadorias Distritais 5 e 6, o governador Wilson Lima prestigiou o evento. Elogiando a criatividade das profissionais, o governador destacou a importância da participação das merendeiras e merendeiros da rede pública estadual que atuam em Manaus.

“Esse concurso nos ajuda a mostrar que temos um leque de opções na merenda escolar. Além disso, ajuda a incentivar a criatividade para o dia a dia desses profissionais tão importantes na educação”, destacou Wilson Lima.

Finalistas – Desta quinta-feira (03/10) saíram os dois primeiros finalistas de domingo (06/10). O prato “Porpeta de pirarucu, enriquecido com aveia e sementes de abóbora ao molho de jerimum e legumes”, da merendeira Carlen Maresa dos Santos Lealde, foi o primeiro a se classificar. Em segundo lugar, ficou o “Pirarucu à moda escolar”, do cozinheiro Denivaldo Teixeira, que atua no Ceti Sérgio Pessoa.

Denivaldo desenvolveu um prato à base de feijão de praia, acompanhado de hortaliças, legumes, pirarucu frito empanado e ovo cozido. Segundo ele, a receita foi testada e aprovada pelos alunos do Ceti. “Eles gostaram e, como foi sucesso, decidimos trazer para a competição. Tudo foi pensando para valorizar o que é fornecido pela Seduc”, ressaltou.

A iniciativa acontece no estande da Seduc-AM na Expoagro, que estará aberto durante todo o evento, sempre das 19h às 21h. No espaço reservado à secretaria, o público poderá ainda degustar, gratuitamente, os pratos selecionados para a Etapa Final.

Assim como aconteceu na primeira edição do “Melhores receitas regionais da alimentação escolar” – que ocorreu na região do Alto Solimões, durante o programa “Amazonas Presente” –, a disputa premiará os três melhores pratos (1º, 2º e 3º lugares).

Na primeira edição, o governador Wilson Lima participou da premiação dos vencedores. Em agosto, participaram somente escolas dos municípios de Tabatinga, Benjamin Constant, Atalaia do Norte e São Paulo de Olivença.

Valorização – Segundo o secretário de Estado de Educação, Vicente Nogueira, a iniciativa se alia à Expoagro para valorizar não só os profissionais da rede pública estadual, mas também o trabalho dos produtores rurais que fornecem para a Seduc-AM. “O espaço é muito propício para que possamos mostrar como é possível inovar na merenda escolar a partir daquilo que temos no nosso dia a dia”, ressaltou.

Escolas participantes – Ao todo, 14 unidades de ensino do Estado participam do encerramento do concurso. São elas:

• EE Vicente Schettini – Macarronada de pirarucu ao molho branco de macaxeira

• EE Márcio Nery – Pirarucu desfiado a’leni com farofa de couve e arroz

• EE Benício Leão – Charuto

• EE Bom Pastor – Arroz tropeiro amazonense

• EE Arthur Araújo – Escondidinho de pirarucu

• EE Maria de Lourdes Arruda – Lasanha de pescada da Amazônia

• EE Marechal Hermes – Gratinado de pirarucu, cará e queijo coalho

• EE Cel Pedro Câmara – Patê de charque

• EE Homero de Miranda Leão – Porpeta de peixe pirarucu enriquecida com aveia, sementes de abóbora ao molho de jerimum e legumes

• EE Júlio César de Moraes Passos – Escondidinho de charque e casaca de abóbora recheado com queijo coalho e legumes ao purê de jerimum enriquecido com castanha do Brasil

• EE CE Arthur Virgílio Filho – Escondidinho virgiliano

• EE Arlindo Vieira dos Santos – Torta caboquinha com arroz arlindinho e farofa rico

• EETI Sérgio Alfredo P. Figueiredo – Pirarucu à moda escolar

• EE Prof. Antonio Maurity M. Coelho – Fricassê regional e arroz com cascas de abóbora

Sobre o concurso – Realizado pela Secretaria de Estado de Educação (Seduc-AM), o concurso “Melhores receitas regionais da alimentação escolar” tem como objetivo valorizar o papel das merendeiras e dos merendeiros das escolas estaduais do Amazonas, promovendo a alimentação regional saudável e adequada no ambiente escolar e mobilizando a comunidade acadêmica para a Educação Alimentar e Nutricional (EAN).

As receitas que compõem a iniciativa são salgadas e criadas a partir dos gêneros alimentícios que fazem parte do Cardápio da Alimentação Escolar e da agricultura local, adquiridos pelos programas Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) e de Regionalização da Merenda Escolar (Preme). Cada escola estadual pôde estar vinculada a somente um candidato.

FOTO: Eduardo Cavalcante/Seduc-AM