Take a fresh look at your lifestyle.

-publicidade-

-publicidade-

Evento apoiado pela Fapeam discute sobre a popularização da propriedade intelectual

Com o apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam), por meio do Programa de Apoio à Popularização da Ciência, Tecnologia e Inovação (POP CT&I), foi realizado, nesta quinta-feira (29/04), o “Café com Inovação”. Promovido pelo Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa), por meio da Coordenação de Extensão Tecnológica e Inovação (Coeti) e Arranjo Amoci, o evento teve como foco disseminar e ampliar o acesso à cultura, à prática da propriedade intelectual, bem como da transferência de tecnologia e do empreendedorismo.

Realizado de forma virtual, o evento contou com a presença de profissionais experientes em gestão da inovação, educação e empreendedorismo, com a proposta de criar conteúdo para popularizar a propriedade intelectual.

Participaram da solenidade de abertura a presidente da Fapeam, Márcia Perales; a diretora do Inpa, Antonia Franco; a coordenadora de Extensão Tecnológica e Inovação (Amoci/Coeti/Inpa) e do Arranjo Amoci e da Coordenação, Noélia Falcão; além do secretário-Executivo do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), Leonidas de Araújo Medeiros Junior; o subsecretário de Unidades Vinculadas do MCTI, Darcton Policarpo Damião; e o diretor de Empreendedorismo Inovador do MCTI, Marcos Cesar de Oliveira Pinto.

Na oportunidade, a diretora-presidente da Fapeam, Márcia Perales, destacou que o evento é uma iniciativa importante na linha de popularização da ciência, que traz uma temática relevante acerca da propriedade intelectual, e reforçou a importância das parcerias institucionais para o fortalecimento do ecossistema de ciência, tecnologia e inovação no Amazonas.

“A parceria institucional é algo que valorizamos muito na Fapeam, porque juntos é possível potencializar mais ações. Este ano, a Fapeam completou 18 anos com uma trajetória marcada por diversas contribuições. Trabalhamos com a interlocução entre pesquisadores e instituições correlacionando as demandas com a missão da Fapeam e aos objetivos estratégicos do PPA do Governo do Amazonas, para darmos resposta a todos os segmentos”.

O trabalho desenvolvido pelo Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap) também foi enaltecido. Este mês, o Confap fez 15 anos de existência.

“É um jovem conselho, mas que tem tido um papel importante em prol da CT&I no país, composto por 26 Fundações de Amparo à Pesquisa. O Confap tem sido um grande parceiro, que reitera que a ciência não é uma opção, e sim uma condição para que possamos nos desenvolver e ter respostas para a sociedade”, disse Márcia Perales, que também foi eleita este ano como vice-presidente do Confap.

Uma novidade também foi anunciada pela Fapeam durante o evento. Novos editais estão previstos para serem lançados ainda no primeiro semestre deste ano, o que demonstra o compromisso do Governo do Amazonas com a política de ciência, tecnologia e inovação no Amazonas.

Na ocasião, Noélia Falcão agradeceu o apoio da Fapeam e informou que o “Café com Inovação” contabilizou 308 inscrições, um resultado positivo para a primeira edição do evento. Também disse que o evento foi adaptado para ser realizado de forma virtual diante da pandemia da Covid-19.

“Durante a live, apresentamos vídeos de forma didática sobre a importância de proteger os conhecimentos do meio da propriedade intelectual; e demonstrando como ocorre a inovação de um produto a partir da pesquisa básica, aplicado no desenvolvimento de uma tecnologia e a parceria com uma empresa que colocará o produto no mercado. Foram vídeos simples, mas extremamente educativos e a pretensão é que eles tenham um alcance significativo, especialmente, nas escolas de primeiro e segundo graus como uma fonte de motivação e inspiração para quem sabe futuros pesquisadores, empreendedores e inventores”, comentou.

Café com Inovação – No primeiro momento, o evento iniciou com apresentações de conteúdos audiovisuais e dinâmicos de fácil compreensão e acesso, sobre a importância da propriedade intelectual como ferramenta de inovação na Região Norte. Na sequência ocorreu uma mesa redonda sendo mediada pela coordenadora Noélia Falcão, com a participação da coordenadora Executiva da Coordenadoria de Transferência e Inovação Tecnológica da Universidade Federal de Minas Gerais (CTIT/UFMG), Juliana Crepalde; da professora da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), Célia Simonetti, e da professora da Universidade Federal do ABC (UFABC), Anapatrícia Morales.

Dentre os assuntos, discutiram sobre o panorama da propriedade intelectual e da inovação no Brasil e sua importância. Como forma de interação com o público, ao final do evento, foi realizado um Quiz com dez perguntas de múltipla escolha relacionadas ao tema com premiações para os dez primeiros colocados.

FOTO: Divulgação/Fapeam

-publicidade-