O Facebook está testando em alguns grupos uma funcionalidade que permite aos administradores criar planos pagos que dão acesso a conteúdos exclusivos e outros recursos aos membros que aderirem. As taxas mensais variam entre 5 dólares (R$ 18) e 30 dólares (R$ 112).

A rede social faz questão de salientar que não vai ficar com nenhuma parte do valor pago. O recurso deve ser integralmente pago aos administradores.

Como explica o CNET, até o momento, apenas uma quantidade muito pequena de grupos tem acesso ao novo recurso.

Entre os grupos em que a função foi ativada, há o “Declutter My Home” (algo como “Esvazie a minha casa”, em tradução livre). Nele, os membros podem encontrar um subgrupo chamado “Organize My Home” (Organize minha casa), com a cobrança de US$ 15 (R$ 56) mensais. O valor dá acesso a listas de tarefas e a possibilidade de trabalhar com outros membros em projetos específicos.

Já o grupo “Grown and Flown Parents”, voltado para pais, oferece uma assinatura de US$ 30 (R$ 112) para que os membros entrem no “College Admisssions and Affordability” (Admissões em faculdades e acessibilidade), onde é possível encontrar conteúdos preparatórios para universidades e conselheiros destas instituições de ensino.

Como explica a publicação, o escândalo envolvendo a empresa Cambridge Analytica levou a debate sobre a criação de uma versão paga da rede social, em que não haja anúncios nem rastreamentos. Com informações do Minuto ao Minuto.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here