As Principais Notícias do Estado do Amazonas estão aqui!

Faculdade Estácio promove jornada de atendimento gratuito para preenchimento da declaração do IR

Governo 3

No Amazonas, apenas 39% dos contribuintes enviaram o documento para a Receita Federal

O prazo para entrega da declaração do Imposto de Renda (IR) encerra no dia 30 deste mês. Segundo o último balanço divulgado pela Receita Federal, no Amazonas apenas 39% dos 319 mil contribuintes que devem apresentar a declaração, já prestaram contas ao fisco. Para ajudar quem ainda está às voltas com a documentação, a Faculdade Estácio Amazonas promoverá, com a participação dos acadêmicos do curso de Ciências Contábeis, uma jornada de atendimento, neste sábado, 18, no Centro de Convivência da Família Magdalena Arce Daou, na avenida Brasil, de 9h às 16h. O serviço é gratuito.

Segundo o coordenador do curso, José Roberto Melo, 100 alunos estarão envolvidos na atividade, ajudando no preenchimento e envio da declaração. “Além da preparação em sala de aula, esses estudantes receberam capacitação específica no tema, durante o mês de março, e agora colocarão em prática os ensinamentos”, afirmou.

Governo 2

José Roberto orienta que o contribuinte organize todos os documentos que comprovem despesas com educação, previdência, dependentes, saúde, salário de empregados domésticos e despesas de livro-caixa, no caso de profissionais autônomos.

De acordo com José Roberto, não há limite de dedução para gastos com saúde, como consultas médicas, tratamentos ou cirurgias. Porém, ao declarar, é preciso ter certeza de que é possível comprovar todas essas despesas, com recibos ou notas fiscais. As pessoas que realizaram tratamento que incluiu a colocação de dentaduras, coroas ou pontes (que são consideradas próteses dentárias), os gastos poderão ser deduzidos, desde que tenha nota fiscal ou recibo.

Se o contribuinte teve gastos relativos à educação, no ano passado, deve informar ao fisco, para o devido cálculo de restituição. Nas despesas com educação (ensino infantil, fundamental, médio, técnico e superior, englobando graduação e pós-graduação), o limite individual de dedução é de até R$ 3.375,83. “Educação e saúde são os principais gastos, porém é preciso ficar atento a outras despesas que podem ser deduzidas no IR”, explicou.

De acordo com a Receita, quanto mais cedo os contribuintes enviam a declaração, mais rapidamente recebem a restituição, caso tenham direito a ela. Idosos, portadores de doença grave e deficientes físicos ou mentais têm prioridade. Os valores começam a ser pagos pelo governo em junho de cada ano e seguem até dezembro, geralmente em sete lotes de restituição.