Take a fresh look at your lifestyle.

FCecon promove ação em alusão ao Dezembro Vermelho

-publicidade-

O Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho (SESMT), da Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas (FCecon), promoveu, nesta segunda-feira (14/12), uma ação de sensibilização sobre a importância da tolerância, solidariedade e compreensão das pessoas infectadas pelo HIV/Aids. A iniciativa foi em alusão ao Dezembro Vermelho – mês mundial da Luta Contra a Aids.

Durante a ação, as funcionárias do SESMT/FCecon, a psicóloga Jéssica Maia e a enfermeira Francisca Cardoso, visitaram os serviços Social, Radioterapia, Psicologia, Compras, Jurídico, Financeiro, Orçamento e Finanças, e distribuíram folders que alertavam sobre as formas de contágio e sobre como se prevenir do HIV/Aids, juntamente com preservativos.

Segundo Cardoso, o preservativo ainda é a principal forma de se prevenir contra o HIV/Aids, e que ter o HIV não é a mesma coisa que ter aids, uma vez que muitos soropositivos vivem anos sem apresentar os sintomas e sem desenvolver a doença.

“Contudo, esses soropositivos podem transmitir o vírus a outras pessoas durante a relação sexual sem proteção ou o compartilhamento de seringas contaminadas, por exemplo. Por isso é preciso realizar o teste tanto para o HIV quanto para outras infecções sexualmente transmissíveis”, alerta a enfermeira.

Dezembro Vermelho – Dezembro foi o mês escolhido pela Assembleia Mundial de Saúde, em outubro de 1987, com o apoio da Organização das Nações Unidas (ONU), para transformar o 1º de dezembro em Dia Mundial de Luta Contra a Aids. A escolha dessa data seguiu critérios próprios das Nações Unidas.

No Brasil, a data passou a ser adotada a partir de 1988, por uma portaria assinada pelo Ministério da Saúde (MS).

FOTO: Lorena Serrão

-publicidade-