Take a fresh look at your lifestyle.

FCecon suspende temporariamente cirurgias e serviço eletivo de Endoscopia por 13 dias

-publicidade-

A Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas (FCecon), órgão vinculado à Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM), suspendeu temporariamente as cirurgias na unidade devido à dificuldade de abastecimento de oxigênio que afeta a rede de saúde.

Segundo o diretor-presidente da Fundação Cecon, mastologista Gerson Mourão, o objetivo é preservar vidas e garantir que a reserva de oxigênio seja destinada aos pacientes já internados.

A FCecon está tomando todos os esforços para garantir o abastecimento de oxigênio no hospital, inclusive com medida judicial contra a empresa fornecedora do suprimento, a White Martins, com quem a Fundação tem contrato direto.

Assim que a reserva de oxigênio for normalizada, as cirurgias serão retomadas.

Endoscopia – A Fundação Cecon adota, ainda, outras medidas no atendimento ambulatorial de Endoscopia e Odontologia, a partir da próxima segunda-feira (18/01).

O atendimento eletivo no serviço de Endoscopia será suspenso até o dia 31 de janeiro. Segundo Gerson Mourão, a medida segue recomendações da Sociedade Brasileira de Endoscopia Digestiva (SOBED), e tem como objetivo garantir a saúde dos pacientes, uma vez que fazem parte do grupo de risco.

“Pacientes com câncer são imunodeprimidos, pois os mecanismos normais de defesa do organismo contra infecções estão comprometidos”, pontua Mourão.

Conforme o chefe do serviço de Endoscopia da FCecon, endoscopista Marcelo Tapajós, os funcionários do setor estão entrando em contato com os pacientes eletivos, com consultas marcadas, para informar sobre a medida. Ele diz que, inicialmente, os atendimentos ambulatoriais serão suspensos por 15 dias, e, ao final do período, a situação vai ser reavaliada para decidir a data de retorno das atividades.

“Os exames endoscópicos são considerados como potencialmente geradores de partículas, que se dispersam pelo ar, assim, durante o procedimento pode ocorrer de o paciente tossir, e as secreções dispersadas pelas válvulas e canal de trabalho podem contribuir para emissão de aerossóis pelo ambiente. O vírus da Covid-19, e outros oportunistas, podem ser inalados pelas pessoas que estão no local”, alerta Tapajós.

Não se sabe ao certo, frisa Tapajós, a quantidade de tempo que o ar dentro de uma sala permanece potencialmente infeccioso com o Covid-19, uma vez que depende do número de trocas de ar por hora (ACH), da natureza e duração do procedimento e se o paciente tossiu ou espirrou.

Odontologia – O serviço de odontologia está reorganizando o atendimento, frente ao atual cenário da pandemia de Covid-19. Segundo a gerente da Odontologia da FCecon, cirurgiã-dentista Perla Assayag, o atendimento será de segunda a quinta-feira, priorizando os pacientes em Radioterapia e Quimioterapia, que necessitam do serviço para dar seguimento ao tratamento.

-publicidade-