Take a fresh look at your lifestyle.

FEI auxilia comunidade indígena para o cadastramento domiciliar no e-SUS

-publicidade-

Com apoio logístico da Fundação Estadual do Índio (FEI), a Associação Indígena Raimundo Mura recebeu no último final de semana a visita dos Agentes Comunitários de Saúde (AIS) para cadastramento domiciliar e individual das famílias indígenas, no sistema de informação do e-SUS, do Conjunto Cidadão 12, no bairro Monte das Oliveiras, zona norte de Manaus.

O diretor-presidente da FEI, Edivaldo Munduruku, afirma que essa ação tem grande importância no cenário do setor de saúde, pois o mundo está vivendo uma das épocas mais difíceis com a pandemia em curso. O mesmo enaltece os benefícios que o e-SUS trará para as famílias indígenas do bairro e comenta sobre o projeto de lei que determina medidas de proteção para comunidades indígenas.

“Esse conjunto de ações do Ministério da Saúde para otimizar a informação na Atenção Básica, por meio da informatização do Sistema Único de Saúde (SUS), no cadastramento de famílias indígenas, é de suma importância atualmente, não podemos deixar de dar essa atenção redobrada para as raízes da nossa terra. As ações vão auxiliar de forma positiva como um plano de enfrentamento”, disse Munduruku.

Edivaldo também comentou a respeito do Projeto de Lei (PL) 1.142/2020 onde deputados e senadores derrubaram parcialmente o veto do presidente da República, afirmando que esse PL será de grande relevância para a comunidade indígena.

“É altamente importante ressaltarmos que, recentemente, as comunidades indígenas passaram a ter direito a medidas de proteção durante a pandemia da covid-19, graças aos dispositivos da Lei 14.021/2020, que estabelece apoio aos grupos tradicionais em extrema situação de vulnerabilidade”, argumentou ele.

O e-SUS Atenção Básica (e-SUS AB) é uma estratégia do Departamento de Atenção Básica para reestruturar as informações da Atenção Básica em nível nacional. Essa ação está alinhada com a proposta mais geral de reestruturação dos Sistemas de Informação em Saúde do Ministério da Saúde, entendendo que a qualificação da gestão da informação é fundamental para ampliar a qualidade no atendimento à população.

A iniciativa faz parte de um Plano de Enfrentamento de Manaus para Infecção Humana pelo Novo Coronavírus em Povos Indígenas das áreas urbanas e rurais da capital amazonense, da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa). E mediante às doações do governo alemão, via Cáritas, também foi ofertada a coleta de exame de RT-PCR para COVID-19.

A cacica Zilda Mura, ressaltou a importância da ação à prevenção da Covid-19, que é focada na atenção à saúde. “Essa ação é muito importante para a nossa comunidade e devido o momento de pandemia, hoje nossa comunidade reuniu um número pequeno de pessoas, respeitando o distanciamento social e uso de máscaras”, finalizou a cacica.

FOTO: Divulgação/FEI

-publicidade-