Amazonas Notícias

FEI realiza reunião com 20 lideranças Munduruku da terra indígena Coatá-Laranjal

A Fundação Estadual do Índio (FEI), realizou nesta quarta-feira (19/07), uma reunião com 20 lideranças indígenas Munduruku da região de Coatá-Laranjal (TICL), situada no município de Borba (a 149 quilômetros de Manaus), para alinhar demandas pertinentes das aldeias e esclarecer dúvidas e assuntos não debatidos.

Na ocasião, estiveram participando o diretor-presidente, Sinésio Trovão e o diretor-administrativo, Vanderlei Alvino, juntamente com o coordenador regional de Manaus da Fundação Nacional dos Povos Indígenas (Funai), Emilson Frota de Lima.

O objetivo da reunião foi apresentar o papel e os projetos que a fundação realiza no Estado e também articular novas propostas de atuação com as comunidades e principalmente ações que possam fortalecer a agricultura familiar da região do Coatá-Laranjal.

Durante o encontro, o diretor-presidente, Sinésio Trovão reforçou a importância de criar um vínculo mais próximo às comunidades indígenas de todo o Amazonas.

“Nosso compromisso é garantir a integridade dos nossos parentes. E o Governo do Estado não tem medido esforços para atender e dar continuidades nas ações de políticas públicas do nosso Estado para melhorar a qualidade de vida dos povos tradicionais, por isso reunimos com os nossos parentes Munduruku e Saterê”, destacou Trovão.

Trovão também falou sobre a articulação que a FEI realiza com as outras secretarias do Estado para beneficiar a população indígena amazonense e fortalecer o etnodesenvolvimento.

 “É muito importante essa ação que a gente está realizando com o diretor-presidente da FEI, Sinésio trovão e o diretor-administrativo, Vanderlei Alvino, pois é através desse diálogo que podemos falar sobre as nossas necessidades e estreitar nossa relação com os indígenas da base”, disse o coordenador da União dos Povos Indígenas Munduruku e Saterê (UPIMS), Gelcimar Freire.

FOTOS: Divulgação /FEI

Relacioandos