Take a fresh look at your lifestyle.

‘Festival Juventudes” celebra identidade, talento e diversidade dos jovens ribeirinhos

-publicidade-

Nos dias 10 e 11 de dezembro, a Fundação Amazônia Sustentável (FAS) realiza a quarta edição do ‘Festival Juventudes’, evento que celebra a identidade, a cultura, o talento e as produções artísticas, e científicas da juventude indígena e ribeirinha do Amazonas. Neste ano, o festival será em formato digital, com transmissão ao vivo pelos canais do YouTube e do Facebook da FAS.

O Festival Juventudes reúne os resultados dos projetos desenvolvidos pela FAS em comunidades ribeirinhas, por meio do Programa de Educação para a Sustentabilidade. Os protagonistas são os estudantes dos Núcleos de Conservação e Sustentabilidade (NCS) da FAS, nas comunidades do Tumbira e Três Unidos, localizadas em Unidades de Conservação do Rio Negro.

“É um evento que celebra a diversidade da juventude da floresta e seus talentos, possibilitando que jovens indígenas e ribeirinhos expressem suas ideias, suas produções e aprendizagens. Neste ano, mesmo com a Pandemia, conseguimos realizar algumas ações, tivemos que nos reinventar e realizar essa quarta edição do Festival Juventudes online. É uma forma de resistência e valorização das produções dos jovens, utilizando os recursos tecnológicos disponíveis nos Núcleos de Conservação e Sustentabilidade, estimulando o debate e as reflexões, dando voz às juventudes, explica o gerente do Programa, Anderson Mattos.

Durante a programação, os estudantes farão apresentações com temáticas de educomunicação, práticas agroecológicas, leitura e artes. Segundo o coordenador dos projetos da FAS, Amandio Silva, a expectativa do evento é ter dois dias intensos de atividades.

“Vamos apresentar o conteúdo consolidado dos projetos ‘Repórteres da Floresta’ e ‘Práticas Agroecológicas’. No Repórteres, os alunos apresentarão os vídeos produzidos e o ‘Guia para Educomunicadores’. Já em Práticas, serão apresentadas quatro cartilhas elaboradas pela equipe dos Núcleos, com os temas horta, composteira, sistemas agroflorestais e criação de aves”, adianta o coordenador.

Além das apresentações, acontecerá um intercâmbio dos estudantes com especialistas convidados, parceiros da FAS e membros de outros núcleos. O formato digital, com transmissão em tempo real de diferentes comunidades, possibilitará a interação entre os participantes, promovendo um diálogo sobre temas como juventude, protagonismo, sustentabilidade, educação e futuro.

Os projetos

Por meio de seu Programa de Educação para a Sustentabilidade, a FAS desenvolve diversos projetos educacionais, como o Incentivo à Leitura e à Escrita (Incenturita), o Intercâmbio de Saberes, o Jovens Empreendedores, as Práticas Agroecológicas, o Pequenos Curupiras e o Repórteres da Floresta. Todos os projetos são desenvolvidos nos NCS e têm patrocínios da Samsung e o apoio das Americanas, e Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Educação (Seduc) e Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema).

-publicidade-