Amazonas Notícias

Fiocruz: Diminuição de Casos de Covid-19 no Norte e Aumento no Centro-Sul

Especialista destaca que número de casos pode aumentar ainda mais nas próximas semanas por causa do Carnaval

De acordo com os dados mais recentes do boletim InfoGripe da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), a região Norte do Brasil registrou uma diminuição no número de novos casos de Covid-19, enquanto os estados do Centro-Sul experimentaram um aumento.

Os estados do Norte, que foram os últimos a enfrentar um ciclo recente de elevação de casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) por Covid-19, aproximadamente na virada do ano, apresentaram sinais de possível interrupção e até mesmo indícios de queda. No entanto, ressalta-se que o período de análise abrange a semana pré-Carnaval, e quaisquer internações decorrentes de infecções durante esse período só se refletirão nas estatísticas nas próximas semanas.

O coordenador do InfoGripe, Marcelo Gomes, destaca que o intervalo entre o desenvolvimento dos primeiros sintomas e a manifestação de um quadro grave que requer internação é de aproximadamente uma semana ou um pouco mais. Portanto, somente nas próximas semanas.

O coordenador do InfoGripe, Marcelo Gomes, destaca que o intervalo entre o desenvolvimento dos primeiros sintomas e a manifestação de um quadro grave que requer internação é de aproximadamente uma semana ou um pouco mais. Portanto, somente nas próximas semanas será possível observar potenciais consequências em termos de internações. Até o momento, os efeitos analisados são referentes ao período pré-Carnaval e início de 2024.

O aumento de internações associadas à Covid-19 no Centro-Sul do país levanta preocupações, com alguns estados como São Paulo, Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, além do Rio de Janeiro, evidenciando um início desse processo. Paralelamente, nas regiões Sul e Sudeste, há registros de internações relacionadas ao vírus influenza, embora em uma escala consideravelmente menor em comparação com a Covid-19.

Marcelo Gomes, coordenador do InfoGripe, destaca a importância de uma vigilância atenta para aqueles que participaram das festividades carnavalescas. “Para quem brincou o Carnaval ou convive com pessoas que aproveitaram a festividade, é importante ficar bastante atento a eventuais sintomas de resfriado ou quadros parecidos com uma gripe”, aconselha Gomes. A recomendação visa detectar precocemente possíveis casos de Covid-19 e influenza, contribuindo para medidas preventivas e um controle mais eficaz da propagação dessas doenças.

“Em caso positivo, a orientação é buscar um posto de atendimento, fazer o teste, e se isolar. Mesmo que o teste para covid-19 eventualmente dê negativo – pois eventualmente há os falsos negativos – é importante fazer o isolamento. O isolamento e o uso de uma boa máscara, para quem está com sintomas, funciona tanto para covid-19 quanto para a gripe, para a influenza. Prevenção é sempre mais importante e sempre mais fácil”, acrescenta.

Nas últimas oito semanas, a incidência e mortalidade de SRAG mantêm o padrão típico de maior impacto entre crianças pequenas e idosos. A incidência de SRAG por Covid-19 continua afetando mais crianças de até 2 anos de idade e a população a partir de 65 anos de idade. A mortalidade da SRAG tem se mantido significativamente mais elevada nos idosos, com predomínio de Covid-19.

Relacioandos