As Principais Notícias do Estado do Amazonas estão aqui!

Fique ligado – Prazo para aditamento do Fies termina neste sábado (30)

Data se aplica àqueles firmados até o segundo semestre de 2017

Os estudantes que têm contratos com o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) firmados até o segundo semestre de 2017 têm até sábado, 30 de novembro, para aditar o contrato. O pedido de aditamento é solicitado, no primeiro momento, pelas instituições de ensino. Na segunda etapa, alunos devem validar as informações inseridas pelas faculdades no Sistema Informatizado do Fies (Sisfies).

O aditamento dos contratos acontece semestralmente. O primeiro prazo para a renovação era até 31 de outubro, mas foi prorrogado pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), responsável pelos contratos.

A medida serve para adicionar informações novas ou corrigir outras já existentes, bem como esclarecer cláusulas do documento. A medida não vale para o Programa de Financiamento Estudantil (P-Fies), operado por bancos privados.

São dois tipos de aditamento, explicados no artigo 61 de portaria de 2018. O simplificado é o que pode ser feito pela internet e o não simplificado requer ida a uma agência da Caixa. Veja o que diz a norma:

Simplificado:

renovação do financiamento sem acréscimo no valor da semestralidade definida no momento da contratação, considerado o índice de reajuste, nos termos do § 1º do art. 58 desta Portaria;
renovação do financiamento com acréscimo no valor da semestralidade, definida no momento da contratação, considerado o índice de reajuste, nos termos do § 1º do art. 58 desta Portaria, sem acréscimo no limite de crédito global do financiamento;
transferência de curso ou de instituição de ensino superior sem acréscimo no limite de crédito global;
suspensão do período de utilização do financiamento;
aumento do prazo remanescente para conclusão do curso sem acréscimo no limite de crédito global do financiamento;
majoração da coparticipação do estudante no contrato de financiamento.
Não Simplificado:
alteração do CPF ou do estado civil do estudante ou do(s) fiador(es) do financiamento;
substituição ou a exclusão de fiador(es) do contrato de financiamento;
inclusão de fiador(es) no contrato de financiamento; d) alteração da renda do(s) fiador(es) do financiamento;
acréscimo no valor do limite de crédito global do contrato de financiamento;
transferência de curso ou de instituição com acréscimo no limite de crédito global ou alteração do prazo de conclusão do curso;
Os contratos firmados a partir de 2018, do chamado Novo Fies, têm prazo de aditamento definido pela Caixa.

Fies – O programa tem o objetivo de conceder financiamento a estudantes em cursos superiores pagos. O Novo Fies é dividido em duas modalidades, diferenciadas por renda e pelo agente financiador.

Na primeira modalidade, o fundo oferta vagas com juros zero para os estudantes que tiverem uma renda per capita mensal familiar de até três salários mínimos. Já a segunda, chamada P-Fies, é direcionada a estudantes com renda per capita mensal familiar de até cinco salários mínimos. Nesse caso, os recursos são de bancos privados ou fundos constitucionais e de desenvolvimento.

Larissa Lima do Portal MEC com informações do FNDE

você pode gostar também