As Principais Notícias do Estado do Amazonas estão aqui!

FMT realiza programação com foco na atualização de protocolos de atendimento de HIV/AIDS

Gov Agricultura

A Fundação de Medicina Tropical Dr. Heitor Vieira Dourado (FMT-HVD) promoveu, nesta quinta-feira (28/11), a atualização nos protocolos de atendimento e combate às Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs) e Aids. Foi realizado o primeiro dia do “I Simpósio de Atualização em HIV/AIDS na Amazônia: Discutindo HIV/AIDS – De Manaus para o interior do Estado” e o Mini Fórum Nacional de Adesão Antirretroviral. Os eventos foram voltados para os profissionais e estudantes da área de saúde e dão início às atividades em alusão ao Dezembro Vermelho, de combate ao HIV e Aids.

“Esse evento trouxe profissionais de São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília para reforçar as atualidades sobre HIV/AIDS e suas infecções. Nosso objetivo é atualizar profissionais e estudantes de saúde com o que há de mais novo com pesquisa e conhecimentos a respeito da doença”, disse a organizadora do evento, a médica Monique Freire.

O objetivo é que no futuro a transmissão do vírus não mais ocorra. “A abordagem do HIV tem modificado. Os protocolos têm sido modernizados. As medicações também têm sido um ponto importante do combate ao HIV com a redução dos comprimidos que os pacientes tem que tomar. Assim, a adesão é maior e nós podemos ter a perspectiva de diminuir a carga viral desses pacientes e até eliminar ou diminuir a transmissão”, afirmou o diretor-presidente da FMT-HVD, Dr. Marcus Vinitius de Farias Guerra.

O Simpósio acaba nesta sexta-feira (29) abordando as complicações dermatológicas das ISTs.

Além deste evento, também, nesta quinta-feira, profissionais da FMT-HVD tiveram a oportunidade de participar do Mini Fórum Nacional de Adesão Antirretroviral. Profissionais de São Paulo, Minas Gerais e da Bahia foram os palestrantes.

O organizador do evento pela FMT-HVD, farmacêutico Reinan Brotas, afirma que o alicerce para o bom tratamento é que o profissional saiba acolher o paciente. “O paciente bem acolhido, vai ter um tratamento melhor, ele vai confiar na sua equipe médica e seguir o tratamento corretamente”, disse Reinan.

O Mini Fórum também foi uma atualização para os profissionais. “É uma capacitação/atualização para os profissionais de saúde que trabalham diretamente na assistência de pessoas que estão vivendo com HIV. Vamos abordar o protocolo clínico do HIV, bem como trabalhar a adesão do medicamento antirretroviral junto ao farmacêutico e a importância da consulta da enfermagem”, disse o farmacêutico. O Mini Fórum foi somente na tarde desta quinta-feira.

Programação – Na manhã deste domingo (1º/12), alunos de farmácia realizarão uma ação em frente à FMT-HVD para convidar as pessoas para realização do teste rápido. Na Ação, eles farão palestras e distribuirão camisinhas. No dia 5 de dezembro, será ofertada testagem de HIV para a população das 9h as 15h, no ambulatório da Fundação. No dia 10, também ocorrerá a oferta de testagem, porém, em um horário diferenciado, para as pessoas que não conseguirem sair no horário comercial, será das 17h às 20h, no ambulatório da Fundação. A equipe de humanização da FMT-HVD realizará, no dia 6 de dezembro, uma palestra de acolhimento e adesão ao tratamento das pessoas vivendo com HIV.

No atendimento de média e alta complexidade, a FMT-HVD é referência para o Sistema Único de Saúde (SUS) em doenças infectoparasitárias e tropicais, acidentes ofídicos e dermatologia tropical. Na área de assistência ambulatorial, de janeiro a dezembro de 2018, a FMT-HVD realizou 1,2 milhão de procedimentos de diagnóstico, 1,8 mil cirurgias e 231,3 mil procedimentos clínicos.

FOTO: DIVULGAÇÃO/FMT

você pode gostar também