Take a fresh look at your lifestyle.

-publicidade-

Foragido da Justiça do Pará é preso com mais de R$ 3 mil na zona centro-sul de Manaus

Uma ação conjunta entre a Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM) e a Polícia Civil do Amazonas (PC-AM) resultou no cumprimento de um mandado de prisão em nome de Marcos Aurélio Rosas de Jesus, 44, pelo crime de tráfico de drogas. A ação ocorreu na manhã desta sexta-feira (19/03), em um condomínio no bairro Flores, zona centro-sul de Manaus.

Na residência do infrator, os policiais encontraram uma tornozeleira eletrônica com o lacre rompido, R$ 3 mil e dois aparelhos celulares. Marcos Aurélio foi levado à Delegacia Especializada em Capturas e Polinter (DECP), junto com o material apreendido.

Outras passagens – Em fevereiro de 2018, Marcos já havia sido preso pelos policiais do Departamento de Repressão ao Crime Organizado (DRCO) por vender anabolizantes e utilizar documentos falsos. O infrator também foi preso com 200 quilos de drogas pela Polícia Federal no Estado do Pará, onde foi condenado a 12 anos de prisão por tráfico de drogas e estava foragido.

Após fugir para a capital amazonense, ele passou a usar o nome falso de Marco Antônio Filho, quando fez cirurgias plásticas para modificar a aparência e não ser identificado pela polícia. O homem também usava documentos falsos como carteira de identidade, habilitação e certificado militar.

FOTOS: Divulgação/SSP-AM
Foragido da Justiça do Pará é preso com mais de R$ 3 mil em Manaus

Uma ação conjunta entre a Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM) e a Polícia Civil do Amazonas (PC-AM) resultou no cumprimento de um mandado de prisão em nome de Marcos Aurélio Rosas de Jesus, 44, pelo crime de tráfico de drogas. A ação ocorreu na manhã desta sexta-feira (19/03), em um condomínio no bairro Flores, zona centro-sul de Manaus.

Na residência do infrator, os policiais encontraram uma tornozeleira eletrônica com o lacre rompido, R$ 3 mil e dois aparelhos celulares. Marcos Aurélio foi levado à Delegacia Especializada em Capturas e Polinter (DECP), junto com o material apreendido.

Outras passagens – Em fevereiro de 2018, Marcos já havia sido preso pelos policiais do Departamento de Repressão ao Crime Organizado (DRCO) por vender anabolizantes e utilizar documentos falsos. O infrator também foi preso com 200 quilos de drogas pela Polícia Federal no Estado do Pará, onde foi condenado a 12 anos de prisão por tráfico de drogas e estava foragido.

Após fugir para a capital amazonense, ele passou a usar o nome falso de Marco Antônio Filho, quando fez cirurgias plásticas para modificar a aparência e não ser identificado pela polícia. O homem também usava documentos falsos como carteira de identidade, habilitação e certificado militar.

FOTO: Divulgação/SSP-AM

-publicidade-