Omar Melo Filho
Omar Melo Filho

Os delegados Ivo Martins e Sansha Sodré, titular e adjunta, respectivamente, da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), apresentaram na manhã desta quarta-feira, 13, durante coletiva de imprensa realizada na sede da unidade policial, o empresário Omar Melo Filho, 42, conhecido como “Omarzinho”, preso por participação em homicídio ocorrido no dia 30 abril de 2014, na zona Rural de Manaus.

De acordo com a delegada Sansha Sodré, “Omarzinho” é apontado como mandante do homicídio de Eduardo Ferreira Bandeira, conhecido como “Ceará”, que tinha 41 anos na época do crime, que aconteceu na madrugada do dia 30 de abril de 2014, no quilômetro 42 da rodovia estadual AM-010, em um ramal chamado de São Francisco, na Comunidade Lagoa Azul. Após o delito Omar teria fugido para Boa Vista (RR), onde estava vivendo com a família.

O homem foi preso por policiais civis do estado de Roraima no último dia 5 de maio, no bairro São Francisco, zona Norte de Boa Vista, após um mês de investigações e em cumprimento a mandado de prisão expedido no dia 19 de agosto de 2014, pelo juiz Mauro Moraes Antony, da 3ª Vara do Tribunal do Júri.

Ainda conforme a delegada adjunta, o crime estaria ligado a uma dívida que Eduardo mantinha com Omar relacionada à compra de um veículo roubado. “Após a compra do veículo Eduardo não teria feito o pagamento do carro, motivando, com isso, o crime”, explicou Sansha Sodré.

Durante a coletiva de imprensa, o delegado titular da DEHS, Ivo Martins, relembrou que no dia do delito “Ceará” estava com Reinaldo de Sousa Nunes, Jackson Ribeiro do Nascimento, Philipe Pimenta Cunha e Darlaine da Silva Dias, conhecida como “Loira”. Eles teriam tentado roubar um sítio, localizado na rodovia estadual AM-010.

“Ormar teria contratado Reinaldo, Jackson, Philipe e Darlaine para matar Eduardo. Após a tentativa de roubo, o grupo aproveitou o fato de estar em um local de difícil acesso para colocar o plano em prática, alvejando a vítima com dois tiros. O quarteto foi preso em flagrante no mesmo dia do crime, pela equipe da DEHS, no bairro Novo Reino 2, zona Leste de Manaus”, argumentou Ivo Martins.

O delegado titular informou ainda que “Omarzinho” já responde na Justiça por dois casos de roubo e duas situações de tráfico de drogas, praticados em Manaus. Ele ainda responde por mais uma ocorrência de tráfico de drogas, registrada no estado do Pará.

Na unidade policial, Omar foi autuado por homicídio, crime previsto no Artigo 121 do Código Penal Brasileiro (CPB). Ao término dos procedimentos cabíveis, ele será encaminhado à Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, onde ficará à disposição da Justiça.