As Principais Notícias do Estado do Amazonas estão aqui!

Foragido do estado de Sergipe é preso no Distrito Industrial em Manaus

Policiais civis do 29º Distrito Integrado de Polícia (DIP), em ação conjunta com a Delegacia Regional de Lagarto, em Sergipe, cumpriram na manhã desta quarta-feira (06/11), por volta das 10h30, mandado de prisão preventiva em nome de Roberto Fraga de Santana, 45, procurado pela Polícia Civil de Sergipe. O infrator estava sendo investigado por envolvimento no tráfico de drogas e comercialização ilícita de arma de fogo, naquele estado.

De acordo com o delegado Jeff Mac Donald, titular do 29º DIP, Roberto estava sendo investigado pela Polícia Civil de Sergipe desde 2014, por comercialização de drogas e armas de fogo naquele estado. Segundo o delegado, o homem passou a comandar esse comércio ilícito, após a morte de três irmãos que comandavam essas atividades ilegais naquela região.

Jeff Mac Donald informou que durante as investigações foi constatado que o indivíduo estava planejando a morte de um delegado e de policiais civis de Sergipe, que estavam investigando o caso.

“Durante as investigações realizadas pela equipe da Delegacia Regional de Lagarto, foi constatado que o homem havia fugido para Manaus, onde estava residindo. A partir disso, a equipe policial de Lagarto entrou em contato com a nossa equipe, informando a existência do mandado de prisão, em aberto, em nome do infrator,” explicou o delegado.

Prisão – A ordem judicial em nome de Roberto foi expedida no dia 21 de agosto deste ano, pela juíza Aline Reis Fonseca Soares, da Comarca de Lagarto (SE). Durante diligências realizadas pelo 29º DIP, foi efetuada a prisão dele, em via pública, na segunda etapa do bairro Distrito Industrial, zona leste da capital.

Procedimentos – Roberto foi indiciado por tráfico de drogas e comércio ilegal de arma de fogo. Ao término dos procedimentos cabíveis no prédio do 29º DIP, ele será levado para a audiência de custódia no Fórum Ministro Henoch da Silva Reis, bairro São Francisco, zona sul da cidade. E, posteriormente, o infrator será recambiado para uma unidade prisional em Sergipe.

FOTO: Erlon Rodrigues/PC-AM

você pode gostar também