Força Tática prende parte de quadrilha e apreende adolescente por tráfico de drogas

Agentes da Força Tática prenderam quatro homens por porte ilegal de arma de fogo e tráfico de drogas. O caso foi registrado por volta das 17h, desta quinta-feira (08), na rua B, Conjunto Canarãnas, Bairro Cidade Nova, zona norte de Manaus. Os acusados foram identificados como R.G.A, 16 anos, Wesley da Silva Gonçalves, 20, André Sevalho Nascimento, 18 anos e Vagner Silva Carvalho, 25.

De acordo com a Polícia, um homem estava com arma de fogo em uma kitnet. Após a mobilização da equipe, a Força Tátiva prendeu Vagner Silva e durante a revista pessoal foi constatado que ele portava um revólver calibre 38, e porções grandes de entorpecente.

Ao ser indagado sobre a procedência da arma, o acusado informou que no bairro Nova Floresta, na rua das Esmeraldas estaria o restante da quadrilha. A equipe foi ao endereço e prendeu R.G.A, Wesley da Silva, e André Sevalho .

Todos estavam armados. O menor e André tentaram fugir e trocaram tiros com a polícia. R.G.A foi atingido na perna e socorrido para ao Hospital Platão Araújo, onde foi medicado e permanece internado.

Material apreendido:

• 01 arma calibre 20, numeração suprimida;
• 02 munições calibre 20;
• 02 revólveres calibre 38, ambos com numeração suprimida;
• 22 munições calibre 38;
• 01 pistola calibre 7.65;
• 11 munições calibre 32;
• 01 tornozeleira eletrônica n° 7713697 violada;
• 03 porções grande de substância entorpecente, possivelmente skank;
• 01 porção pequena de substância entorpecente, possivelmente skank;
• 01 porção pequena de substância entorpecente, possivelmente cocaina.

Todos os acusados já tem passagem pela polícia. Vagner Silva Carvalho, 25 anos, confessou homicídio ocorrem no dia 07 de outubro deste ano, na Zona Leste de Manaus. Ele também tinha violado a tornozeleira eletrônica.

Os envolvidos foram apresentados no 6º Distrito Integrado de Polícia (DIP) para as providências cabíveis. Eles foram flagranteados por porte ilegal de arma de fogo, tráfico de drogas, associação criminosa, corrupção de menor.