Take a fresh look at your lifestyle.

-publicidade-

Fundação de Medicina Tropical tem prestação de contas aprovadas e destaca produção científica na pandemia

O Conselho Fiscal da Fundação de Medicina Tropical Dr. Heitor Vieira Dourado (FMT-HVD) aprovou, por unanimidade, o Balanço Anual e Prestação de Contas institucional, referente ao exercício 2020. A reunião foi realizada nesta sexta-feira (09/04), respeitando o protocolo de distanciamento social.

O relatório das contas e balanço orçamentário-financeiro foi apresentado pelo diretor Administrativo Financeiro da FMT-HVD, Flávio Azevedo, seguido da análise e aprovação pelos membros.

O documento, aprovado pelo Conselho Fiscal, já havia sido certificado pela auditoria anual de contas da Controladoria Geral do Estado. Tribunal de Contas do Estado (TCE-AM) para análise.

Produção de Pesquisa em Destaque – Um destaque à parte, citado pelo diretor Administrativo Financeiro, foi a produtividade da produção científica da FMT-HVD, que tinha um planejamento de crescimento de 15% e no período chegou ao acréscimo de 48% na produtividade acadêmica. De acordo com o Diretor de Ensino e Pesquisa da FMT-HVD, um dos fatores para esse destaque foi a Pandemia de Covid-19, que fez com que as pesquisas fossem aceleradas.

Ainda no campo de pesquisa, no ano de 2020, os grupos de pesquisa da Fundação foram contemplados no âmbito estadual, através da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam), com quatro projetos aprovados, no âmbito federal: três pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e dois pelo Ministério da Saúde. Além de outros dois projetos por financiadores internacionais.

Em razão da Pandemia, mesmo com a indicação de encaminhamento para o Hospital de referência de Covid-19, a FMT-HVD decidiu ajudar a rede de saúde e realizar também esses atendimentos. Para tal, incrementou a unidade hospitalar com mais 12 leitos de isolamento e realizou 251 internações, entre abril de 2020 e janeiro de 2021.

Ensino – Mesmo com a Pandemia, a FMT-HVD manteve seu papel na formação e ensino. Em 2020, a FMT-HVD recebeu 2.562 alunos de diversas instituições de ensino para estágios. Além de 52 residentes médicos de outras instituições. Nos programas de residência interna formou especialistas em Infectologia, Dermatologia, Medicina Tropical, Pediatria, Enfermagem, Fisioterapia, Farmácia e Psicologia.

O Parque de diagnósticos da FMT-HVD realizou 945.462 exames em 2020, abaixo do esperado. Uma das razões para isso foi a baixa procura, principalmente nos meses que ocorreram os picos da Covid-19. Hoje a Fundação tem capacidade de realizar aproximadamente 1,5 milhão de exames por ano.

Na gestão, um dos destaques foi o treinamento de 70 servidores para integrarem o quadro de brigadistas. O Projeto já está com o Corpo de Bombeiros para aprovação. Os extintores foram todos mapeados e sinalizados.

Além disso, ocorreu também a implementação do Controle Interno para estabelecer padrões institucionais para criação e gestão de contratos e convênios.

Na reunião também foi explicado o Projeto da Estação de tratamento de Resíduos Sólidos. Projeto que garantirá uma economia prevista de 1,5 milhão de reais anuais para o cofre do governo. Essa estação de tratamento transforma o lixo hospitalar em lixo comum.

Outro tema debatido foi a verticalização do Hospital para garantir um melhor atendimento para os pacientes. O projeto de engenharia está em elaboração e aguarda financiamento.

FOTO: Divulgação

-publicidade-