As Principais Notícias do Estado do Amazonas estão aqui!

Fundação Doutor Thomas é referência no serviço de gerontologia na região Norte

O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, e a primeira-dama e presidente do Fundo Manaus Solidária, Elisabeth Valeiko Ribeiro, inauguraram nesta terça-feira, 12/11, as obras de ampliação e modernização da área de “Longa Permanência” da Fundação Municipal de Apoio ao Idoso Doutor Thomas (FDT), localizada no conjunto Vieiralves, Nossa Senhora das Graças, zona Centro-Sul. Com as mudanças, resultado de investimentos fortes em gerontologia, a FDT se torna a única instituição pública com esse tipo de serviço no Norte do país, atendendo 132 idosos, classificados em três graus de dependências.

“Quando fui prefeito pela primeira vez, transformei a FDT em uma instituição exclusiva para idosos que não tinham um lugar para ficar. Agora, tenho a sorte e o privilégio de estar fazendo a entrega dessa ampliação e reforma. A Doutor Thomas está preparada para receber um idoso pelo resto de sua vida, se for necessário, garantindo uma velhice saudável a quem precisa do aparato público”, afirmou o prefeito.

As novas instalações contemplam uma enfermaria de cuidados paliativos equipada, uma nova sala de terapia, também equipada, e reformas e ampliação dos espaços atendendo às diretrizes de funcionamento das Instituições de Longa Permanência para Idosos (ILPIs). “É uma grande obra, olhando para o aspecto físico e, principalmente, quando olhamos para as pessoas, porque percebemos que se sentem contempladas, agraciadas, com alimentação correta, com atendimento especializado”, destacou Arthur Neto. “Nós estamos preparados para oferecer essa resposta”, garantiu.

O prefeito lamentou que não haja um programa forte para o desenvolvimento no interior do Estado, onde o idoso passou a ser a principal fonte de renda para as famílias, a partir da instituição do Programa de Prestação Continuada e do programa Bolsa Família. “Isso acontece a vários governos, desde sempre. Não há um compromisso forte com a geração de emprego e renda. Muito menos um esforço do país em melhorar as condições para a infância e para a velhice. E enquanto o país não entender isso, não há desenvolvimento”, afirmou.

Expansão

A expansão da Fundação Doutor Thomas, executada pela prefeitura, também contou com recursos de emenda parlamentar do vereador Hiram Nicolau, no valor de R$ 316 mil, possibilitando a troca de todas as mobílias e equipamentos. “Eu tenho família, tenho pai e mãe que me ensinaram a respeitar os mais velhos. O que me motiva é saber do comprometimento da gestora, dos funcionários que estão empenhados aqui. É um dia muito gratificante”, afirmou o autor da emenda. “Nós estamos falando de respeito, de saúde e de dignidade a um cidadão que já fez tanto pela cidade de Manaus”, concluiu.

A essas mudanças, soma-se a reforma, realizada em 2018, dos setores administrativos e dos pavilhões de atendimento aos idosos, tudo dentro dos padrões da Vigilância Sanitária, com substituição dos pisos, esquadrias e fiação elétrica de todo o prédio, instalação de câmeras de monitoramento para a segurança patrimonial e aquisição de novas máquinas e equipamentos. A FDT agora conta com pavilhões coletivos e independentes, refeitório, cozinha, farmácia, enfermaria, enfermaria de cuidados paliativos, sala de reabilitação para idoso, sala de estimulação cognitiva, horta, capela, paisagismo e vigilância.

A diretora-presidente da FDT, Martha Moutinho, destacou que foi o prefeito Arthur Virgílio Neto que, em 1991, modificou o Estatuto da Fundação Dr. Thomas, possibilitando que instituição se aperfeiçoasse no acolhimento ao idoso. “Foi um trabalho intenso e comprometido para que, hoje, pudéssemos trabalhar com uma estrutura adaptada para gerontologia”, destacou. “A prefeitura investiu em gerontologia e com isso passou a ser uma casa de longa permanência”, disse.

Ela lembrou que o idoso tem direito à moradia digna e que as pessoas devem entender que o seu lugar é no seio da família, por mais que uma instituição possua toda estrutura e suporte como equipe técnica. “Não somos uma casa de repouso, buscamos proporcionar aos idosos que estão em situações de vulnerabilidade o direito de envelhecer com qualidade de vida”, completou Martha Moutinho.

Residente da Fundação Doutor Thomas há 11 anos, o idoso João Pereira, 86, se emociona ao lembrar do progresso da instituição. “Acompanhei cada mudança realizada no nosso lar, que está ficando cada dia mais lindo e aconchegante. Estou muito feliz com o resultado, temos um belo jardim e uma estrutura excelente que nos faz sentir parte de uma família”, disse.

Texto – Jacira Oliveira / Semcom e Assessoria FDT

Foto – Alex Pazuello / Semcom

você pode gostar também