Fundação Vila Olímpica conclui levantamento de danos na Arena da Amazônia após confronto entre torcedores

A Fundação Vila Olímpica (FVO) informou, na tarde desta sexta-feira, 23 de janeiro, que concluiu o levantamento dos danos materiais na Arena da Amazônia resultantes do confronto entre torcedores durante a partida entre Flamengo e Vasco, na última quarta-feira, 21 de janeiro. O tumulto resultou em 16 lixeiras de 300 litros quebradas, e danos em três coletores de lixo com capacidade de 240 litros, um balde espremedor e dois extintores de incêndio.

Segundo o diretor-presidente da FVO, Aly Almeida, conforme o contrato estabelecido entre a Fundação Vila Olímpica e a empresa promotora do evento, a M1 Eventos, o material danificado deverá ser substituído antes da devolução do espaço aos administradores da Arena.

“Tudo isso está assegurado em contrato. Esse material é fácil encontrar nas lojas da cidade e, caso não seja substituído, a empresa não poderá mais alugar a Arena”, detalhou Aly Almeida, ressaltando que o documento de extrato de cobrança será entregue aos responsáveis da M1 até este sábado, 24 de janeiro.