Take a fresh look at your lifestyle.

-publicidade-

-publicidade-

Fundo de População da ONU realiza jornadas de dispensação de métodos contraceptivos no Amazonas e em Roraima

Cerca de 11 mil métodos contraceptivos estão sendo disponibilizados à mulheres refugiadas e migrantes interessadas e doados à rede pública de saúde dos dois estados

O Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA) iniciou no dia 24 de maio jornadas de dispensação de métodos contraceptivos, entre pílulas hormonais e injeções trimestrais, buscando atender diretamente as necessidades de contracepção de mais de 3 mil mulheres refugiadas e migrantes em Roraima e Amazonas. Também serão feitas doações de contraceptivos às redes públicas de saúde dos estados. A ação é parte da estratégia global do UNFPA, buscando garantir que toda gravidez seja planejada, que todo parto seja seguro e que cessem todas as práticas prejudiciais contra mulheres e meninas.

Desde 2018 o Fundo de População da ONU vem realizando ações de conscientização sobre métodos contraceptivos com a população refugiada e migrante em Roraima e desde 2019 no Amazonas. As ações garantiram a disseminação de informações sobre os tipos de contraceptivos disponíveis no Brasil, a taxa de eficiência de cada um e os tipos de efeitos adversos mais comuns, além de encaminhamentos para as redes locais de saúde, quando necessário.

As jornadas de dispensação iniciadas no mês de maio são um avanço nesse processo, garantindo que todas as mulheres interessadas possam receber diretamente os contraceptivos de sua escolha, garantindo uma cobertura de pelo menos 6 meses. A atividade é realizada em parceria com a Operação Acolhida, por meio do seu Núcleo de Saúde, além dos governos estaduais de Roraima e Amazonas, e das prefeituras de Boa Vista, Pacaraima, Uiramutã e Manaus.

Amazonas

Está previsto que sejam beneficiadas 1.362 mulheres na cidade de Manaus, sendo 1.012 atendidas diretamente pelo UNFPA com a dispensação de pílulas orais combinadas e métodos injetáveis. Além disso, já foi realizada a doação de 300 contraceptivos de emergência – a pílula do dia seguinte – para o Instituto da Mulher Dona Lindu, instituição que garante o Serviço de Atendimento às Vítimas de Violência Sexual (SAVVIS).

Também serão doados kits de apoio para parteiras tradicionais e 5 kits contendo materiais reutilizáveis para parto com assistência médica, direcionados para a Maternidade Estadual Nazira Daou, com itens reutilizáveis, como tesouras, pinças e resuscitador infantil..

Roraima

A expectativa é que sejam beneficiadas 2.725 mulheres nas cidades de Boa Vista, Pacaraima e Uiramutã. Parte dessas mulheres estão sendo atendidas diretamente pelas e pelos profissionais de saúde sexual e reprodutiva do UNFPA nos abrigos da Operação Acolhida e parte será beneficiada pelos métodos doados à rede pública de saúde.

No total, são 3.000 doses de contraceptivos injetáveis trimestrais, 3750 cartelas de contraceptivos orais e 600 contracetivos de emergência. Estes últimos não serão dispensados pelo UNFPA, sendo integralmente doados à rede pública de saúde.

Também serão doados cinco conjuntos de autoclave, equipamento para esterilização de materiais hospitalares; 200 kits de apoio para parteiras tradicionais ou partos de emergência, contendo itens como luvas, bisturi e toalhas; além de 5 kits de parto com assistência médica direcionados para a Secretaria de Estado da Saúde de Roraima e Secretaria Municipal Saúde de Boa Vista.

Foto: Acervo pessoal

-publicidade-