General Augusto Heleno vai assumir Gabinete de Segurança Institucional no governo Bolsonaro

O general Augusto Heleno deve ser o chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI) durante o governo do presidente eleito Jair Bolsonaro. O órgão é responsável pela assistência direta e imediata ao presidente da República no assessoramento pessoal em assuntos militares e de segurança. A decisão foi tomada nesta quarta-feira (7), após encontro com Bolsonaro na sede da Aeronáutica, em Brasília

Inicialmente, Heleno era cotado para assumir o Ministério da Defesa. O cargo no GSI, atualmente, já é ocupado por outro militar do Exército, o general Sérgio Etchegoyen.

Augusto Heleno Ribeiro Pereira, de 71 anos, está na reserva desde 2011 e chegou a ser cotado para ser vice na chapa de Bolsonaro. Ele auxiliou na elaboração do plano de governo do presidente eleito e também ajudou na interlocução com integrantes da Forças Armadas.

Reportagem, Thiago Marcolini

Foto: Ernesto Rodrigues/Estadão