© Alan Santos/PR

O presidente eleito Jair Bolsonaro confirmou, nesta terça-feira (13), que o general da reserva Fernando Azevedo e Silva será o ministro da Defesa em seu governo. Bolsonaro confirmou a indicação pelo Twitter, após chegar em Brasília nesta manhã. A agenda dele na capital federal inclui novas reuniões com autoridades.

Bom Dia! Comunico a todos a indicação do General-de-Exército Fernando Azevedo e Silva para o cargo de Ministro da Defesa.

— Jair M. Bolsonaro (@jairbolsonaro) November 13, 2018

Com a indicação, Bolsonaro mantém um general de quatro estrelas, classificação mais alta dentro do militarismo, no comando do Ministério da Defesa. Atualmente, o também general Joaquim Silva e Luna é o responsável pela pasta.

Bolsonaro chegou a anunciar o general Augusto Heleno para esse ministério, porém, optou por colocar o militar no Gabinete de Segurança Institucional.

Azevedo e Silva foi chefe do Estado-Maior do Exército e passou para a reserva neste ano. Atualmente, ele exerce o cargo de assessor do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli.

O militar do Exército é o sexto ministro anunciado pelo governo Bolsonaro. Além do general Augusto Heleno, que vai assumir a Segurança Institucional, já foram indicados o astronauta Marcos Pontes para a Ciência e Tecnologia, Paulo Guedes para Economia, Sérgio Moro para Justiça e Segurança Pública e Tereza Cristina para Agricultura.

Reportagem, Clara Sasse

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here