A reunião aconteceu com o secretário de Inovação e Novos Negócios do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (Mdic), Rafael Moreira, e com o Pró-reitor de Tecnologia e Inovação da UEA

Uma reunião entre a Gestão Superior da UEA com o secretário de Inovação e Novos Negócios do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDic), Rafael Henrique Moreira, e com o Pró-reitor de Tecnologia e Inovacao da Universidade Federal do Amazonas, Valtair Machado, trouxe novo estímulo para as duas universidades amazonenses, haja vista o apoio e a atenção que o representante do MDIC apresentou durante o encontro.

Representando a UEA, participaram da reunião do reitor da UEA, Cleinaldo de Almeida Costa, o Pró-reitor de Administração. Orlem Pinheiro, o Procurador Jurídico Davi Xavier, o professor Manoel Cardoso. Conforme o reitor da UEA, a Indústria 4.0 deve receber investimentos das verbas de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D), considerando que existe uma necessidade de criação de um programa da pós-graduação em indústria 4.0. “O Amazonas precisa liderar a quarta revolução industrial e firmar a indústria 4.0 e por isso o apoio do MDIC é tão importante. Ao reconhecer nossas necessidades e apoiar nossas demandas, o ministério será capaz de fortalecer as soluções que possam ser geradas pela academia. A geração de ciência trrá benefícios diretos para os cidadãos”, destacou Costa.

Durante a reunião, também ficou combinado que, por ocasião da Reunião do Comitê das atividades de Pesquisa e Desenvolvimento na Amazônia (Capda), nos dias 5 e 6 de julho, será organizado um workshop para esclarecer e disseminar informações sobre a Lei de Informática.

O representante do MDic destacou que programas prioritários precisam ser revistos. Para ele, é obrigatório o investimento em organizações de base tecnológica. “Vamos avaliar tópicos de como isso pode ser feito”, disse Moreira.

Além disso, foi anunciado que deve haver um aporte de 5% nos recursos destinados às universidades públicas amazonenses. O aporte será feito pelo Fit Instituto de Tecnologia é uma organização sem fins econômicos, de abrangência nacional, credenciada pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação. Por fim, os participantes da reunião definiram a necessidade de regulamentação da auditoria dos relatórios de P&D (Auditoria operacional técnica). O objetivo é minimizar as possibilidades de que mais projetos sejam desenvolvidos. A reunião aconteceu na sexta-feira (22/06) na reitoria da UEA, na avenida Djalma Batista, bairro Flores, zona centro-sul de Manaus.

FOTO: DIVULGAÇÃO/UEA

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here