Take a fresh look at your lifestyle.

-publicidade-

-publicidade-

Governador José Melo abre oficialmente o ano letivo da rede estadual de ensino e divulga o resultado final do concurso público da Seduc

Nesta quarta-feira, dia 4 de fevereiro, terá início para aproximadamente 400 mil estudantes o ano letivo da rede pública estadual de ensino. A abertura das atividades escolares de 2015 será oficializada pelo governador do Estado, José Melo, às 9h, na Escola Estadual de Tempo Integral Santa Terezinha, localizada no Beco Santo Antônio, s/nº, bairro Adrianópolis (próximo à Igreja Sagrado Coração de Jesus) situada na avenida Ephigênio Sales, V8.
Abrindo oficialmente o ano letivo para a capital e para o interior, o governador José Melo anunciará o resultado final do concurso público da Secretaria de Estado de Educação (Seduc). O concurso é um dos maiores já realizados em âmbito regional, com 7.043 vagas para todos os 62 municípios do Estado.

Conforme estabelecido em calendário escolar, em 2015, o ano letivo da rede pública estadual de educação se estenderá do dia 4 de fevereiro a 11 de dezembro, compreendendo 200 dias letivos. O calendário será válido para 582 escolas que hoje compõe a rede pública estadual de educação, das quais 223 estão situadas em Manaus e 359 no interior do Amazonas.

Além de contar com 582 escolas e aproximadamente 400 mil estudantes regularmente matriculados em 2015, a rede pública estadual de ensino conta com 28.336 servidores públicos, dos quais 18.569 professores.

Escola Santa Terezinha – Referência em qualidade, a Escola Estadual de Tempo Integral Santa Terezinha foi a unidade pública de ensino em Manaus a atingir a maior média no último Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb): “7,8”.

Apresentando um retrospecto de excelência, a escola também foi a unidade pública estadual de ensino a alcançar, a maior média no último Sistema de Avaliação do Desempenho Educacional do Amazonas (Sadeam): “7,9”. Apontando o avanço contínuo, no mesmo indicador (Sadeam) a escola registrou média “4,9” em 2008 e “6,9” em 2010, culminando em “7,9” em 2012.

Justificando o sucesso pedagógico alcançado, a escola conta com projetos direcionados ao aprimoramento do ensino, tais como o Projeto de Leitura e Reforço Escolar, sendo trabalhadas as disciplinas Língua Portuguesa e Matemática.

De acordo com a gestora da escola, professora Waldenise Carvalho Maia, a escola tem buscado cada vez mais melhorar seus indicadores educacionais, contribuindo para um ensino de qualidade. “A expectativa para 2015, é continuar atendendo nossa comunidade de forma plena. Como profissionais da educação, nosso objetivo é sempre contribuir para melhorar a qualidade do ensino em nosso Estado”, afirmou a gestora.

Para complementar a formação e ajudar no desempenho das crianças a professora do 5º ano da escola, Nádia Batista, uma das responsáveis pelo bom resultado dos alunos, ministra aulas de reforço aos sábados. Para ela, os resultados positivos só reforçam a necessidade de se empenhar. “As aulas de reforço são justamente para que os alunos com dificuldade não sejam ultrapassados pelos demais e possam acompanhar com êxito o restante da turma. É uma estratégia que vem dando certo”, comentou.

Vinculada à Coordenadoria Distrital de Educação 3, a Escola Estadual de Tempo Integral Santa Terezinha atende, hoje, a um total de 155 alunos do ensino fundamental (1º ao 5º ano), divididos em cinco turmas.

Em sua estrutura, a escola está equipada com cinco salas de aula climatizadas, biblioteca, sala de informática, secretaria, sala de professores, sala da direção, cozinha, depósito da merenda escolar, almoxarifado e depósito para material de limpeza.

Segundo o secretário de Estado de Educação, Rossieli Soares da Silva, a decisão de se realizar a abertura do ano letivo de 2015 na Escola Estadual Santa Terezinha foi uma forma de reconhecer publicamente a qualidade pedagógica da instituição. “O Governo do Estado, na gestão do governador José Melo, pretende investir grandiosamente em ações pedagógicas neste e nos próximos anos para que nossas escolas obtenham os resultados sociais e educacionais duradouros e impactantes como o da escola Santa Terezinha”, frisou o secretário.

Concurso público Seduc – Oferecendo 7.043 vagas para todos os 62 municípios do Estado, o concurso público da Seduc foi lançado em 13 de junho de 2014 e, com provas realizadas no dia 31 de agosto do mesmo ano, se caracterizou como um dos maiores já realizados no âmbito do Estado.

Organizado pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) o concurso ofereceu vagas para os cargos de Professor (para todas as disciplinas da grade curricular da Educação Básica), Pedagogo, Assistente Social, Bibliotecário, Contador, Estatístico, Engenheiro, Fonoaudiólogo, Nutricionista, Psicólogo, Assistente Técnico e Merendeiro.

Conforme afirmado pelo governador José Melo, durante o lançamento do certame, o processo de seleção teve como objetivo suprir as necessidades da Seduc, assim como assegurar o pleno funcionamento das escolas. “Sobretudo por conta da ampliação da rede escolar, uma vez que estamos com um pacote de obras educacionais para atender a capital e o interior do Amazonas. Igualmente, o contingente de servidores será imprescindível para atender à demanda escolar, pois passamos a conceder, em nossa gestão, as Horas de Trabalho Pedagógico (HTP) também a professores de regime temporário”, apontou na ocasião o governador.

No concurso, o maior contingente de vagas foi disponibilizado para o cargo de Professor, somando 5.495, subdivididas em 4.623 para professores que optarem pelo regime de 20h semanais e mais 1.322 para professores de 40h.

Além de 5.495 vagas para Professores, foram oferecidas 826 vagas para Pedagogos, 785 vagas para o cargo de Merendeiro, 85 vagas para Assistentes Técnicos, 60 vagas para Assistentes Sociais, 52 vagas para Psicólogos, 52 para Bibliotecários, 50 para Nutricionistas, 21 vagas para Engenheiros, 5 vagas para Contadores, 3 para Fonoaudiólogos e ainda 2 para Estatísticos.

Para os cargos de Professor e Pedagogo, o salário inicial será de R$ 1.566,90 (para o regime de 20h semanais) e de R$ 3.133,80 (para o regime de 40h). Para os demais cargos de Ensino Superior, que abrangem Assistentes Sociais, Bibliotecários, Contadores, Estatísticos, Engenheiros, Fonoaudiólogos, Nutricionistas e Psicólogo a remuneração inicial será de R$ 2.350,38.

Para o cargo de Assistente Técnico (classificado como de Ensino Médio), a remuneração será de R$ 1.234,49. Para o cargo de Merendeiro (Ensino Fundamental), será de R$ 1.036,27.

De acordo com o secretário Rossieli Soares da Silva o resultado do concurso será homologado no Diário Oficial do Estado do próximo dia 5 de fevereiro e as convocações iniciam já na próxima semana.

-publicidade-