As Principais Notícias do Estado do Amazonas estão aqui!

Governador José Melo reinaugura escola em Manicoré nesta segunda-feira

O governador José Melo viaja nesta segunda-feira, dia 27 de julho, para Manicoré (a 390 quilômetros de Manaus), onde reinaugura, às 9h, a escola estadual Dídimo Soares. Mais moderna, a reestruturação da escola recebeu investimentos de R$ 3.429.792,24. O Governo do Estado mantém, ainda, no município, investimentos da ordem de R$ 56,6 milhões em obras de infraestrutura.
Administrada pela Secretaria de Estado de Educação (Seduc), a escola, localizada na rua Marechal Deodoro, bairro Santa Luzia, está equipada com 12 salas de aula, laboratórios de ciências e informática, salas da direção, dos professores, biblioteca, refeitório, cozinha, dois banheiros, quadra poliesportiva coberta, auditório, além de demais espaços administrativos.

Com um corpo docente formado por 18 professores e sete funcionários em seu quadro administrativo, a unidade de ensino atende atualmente a um total de 147 estudantes matriculados no ensino fundamental (2º ao 5º ano), nos turnos matutino e vespertino. A escola desenvolve projetos direcionados à leitura e escrita, além de ações que visam sensibilizar os alunos para a importância da preservação ambiental.

Em Manicoré, os investimentos em execução pelo Governo do Estado contemplam a construção do Serviço de Pronto Atendimento (SPA) e Maternidade e de uma delegacia de polícia na Comunidade de Santo Antônio do Matupi, onde o Governo também mantém obras para melhorias viárias. O Estado realiza ainda serviços de engenharia de contenção de processos erosivos graves na orla de Manicoré e obras de terraplanagem, pavimentação e drenagem do sistema viário da cidade e da Estrada de Atininga.

Histórico – A escola estadual Dídimo Soares surgiu da necessidade da construção de um prédio escolar no bairro Santa Luzia que pudesse atender estudantes deste e de bairros adjacentes. A unidade de ensino, que ainda não possuía prédio próprio, passou a atender turmas multisseriadas nos turnos matutino e vespertino.

A escola passou a funcionar em seu prédio próprio no ano de 1985, atendendo 228 alunos do pré-escolar ao ensino fundamental (1º ao 4º ano).

você pode gostar também