Em pouco mais de um ano, o local em que foi construída a avenida das Flores passou por uma mudança radical. Onde antes se via parte da vegetação do parque Sumaúma, fundos de quintais e muito lixo, hoje é uma estrada moderna, de 11,1 quilômetros de extensão, que encurtará distância, desafogará o trânsito e é motivo de orgulho para moradores vizinhos.

A via foi concluída na gestão do governador Amazonino Mendes, obra de responsabilidade da Secretaria de Estado de Infraestrutura (Seinfra), e será entregue à população de Manaus no próximo dia 30 de novembro. Iniciada em setembro de 2012, passou por três administrações e ficou praticamente parada até ano passado em função de pendências técnicas e jurídicas.

A avenida das Torres acaba na avenida Timbiras e seu prolongamento, a avenida das Flores, não dava indícios de sair do papel. “Nem parece ser verdade que hoje a estrada está pronta! Não tinha mais nem esperança de ver o fim dessa obra”, declarou o taxista Azamor Leda, 67, presidente da comunidade do núcleo 2 da Cidade Nova 2, zona norte de Manaus, residente há 36 anos no bairro onde começa a avenida.

Assim como Leda, outros vizinhos da avenida das Flores só têm motivos para comemorar a conclusão dos trabalhos. É o caso do garçom Erik da Silva Maia, 32, que nasceu no bairro e diz ter se espantado com a qualidade e rapidez do serviço. “Será uma maravilha depois que a avenida for inaugurada! Poderemos chegar mais rápido a outros lugares e até mesmo fazer caminhada na via ao final da tarde”, revela.

De acordo com o secretário da Seinfra, engenheiro Oswaldo Said, quando o governador assumiu o estado, em outubro de 2017, colocou como uma de suas prioridades a retomada dos serviços na avenida das Flores. Segundo ele, Amazonino Mendes sempre se mostrou preocupado com a melhoria da mobilidade urbana. “E isso será possível com a entrega de mais essa estrada para Manaus”, ressalta Said.

O governador inaugura a via no dia 30 deste mês, liberando-a para o tráfego. Quem vem pela Avenida das Torres se depara com a Avenida das Flores a partir do momento que cruzar a passagem de nível erguida sob a avenida Timbiras. São duas mãos de fluxo, sendo três faixas para a circulação de veículos em cada uma.

Os ônibus do sistema de transporte público terão um corredor exclusivo e contarão com 28 paradas padronizadas. Duas estão situadas no trecho 2, que inicia na avenida Timbiras; seis paradas localizam-se no trecho 3; e outras 20 paradas estão ao longo do trecho 4.

Painéis em grafite levam harmonia

Aqueles que optarem por seguir pela avenida terão uma bela visão ao longo de todo o trecho que termina no km 20 da rodovia AM-010 (Manaus-Itacoatiara), já que o complexo viário também promove a cultura regional. Obras de grafite enfeitam a via, destacando a cultura amazônica.

Os painéis foram coordenados pelo grafiteiro Arab Amazon e realizados por uma equipe formada por cinco artistas. Eles são bem coloridos, pintados nas paredes das passagens de nível. Os murais medem 8x50m e 6x50m. Dentre as imagens estão índios, boto cor-de-rosa, bumbás de Parintins e muito mais da fauna e flora da região.

Trabalho – Quando o governador Amazonino Mendes assumiu, encontrou 53 obras paradas no estado. Todas foram retomadas. Em sua breve gestão, iniciou 145 frentes de trabalho, sendo que 10 foram concluídas e entregues à população. A próxima administração receberá 188 obras em andamento, entre elas os anéis viários Sul e Leste, ambas na capital.

FOTO: DIVULGAÇÃO/SEINFRA

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here