Governo do Amazonas avança com obra de construção do Hemonúcleo de Coari

O Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Região Metropolitana de Manaus (Seinfra), avança na construção do Hemonúcleo de Coari, uma das obras prioritárias do governador Wilson Lima.

É a primeira unidade descentralizada com estrutura apta para a realização de exames laboratoriais de baixa e média complexidade, coleta e diagnóstico, fracionamento e transfusão de sangue no interior.

Com investimento no valor de R$ 1.945.850,98, e 80% de obra pronta, o Hemonúcleo de Coari, será composto por duas edificações.

O prédio principal contará com sala de espera, três consultórios, triagem de hematologia, laboratório de análises clínicas, coleta de exames de doadores, recuperação de doadores, áreas de circulação de público e restrita, distribuição e compatibilidade, liberação e rotulagem, sala de procedimentos especiais, laboratório de processamento de sangue, laboratório de controle do produto final, imunologia, TI/servidor, depósito de equipamentos e materiais, administração, sala de apoio de funcionários, banheiros masculino, feminino e PNE; DML, lanchonete, arquivo, recepção e registro.

O prédio anexo terá sala de embalagem e estoque, sala de esterilização, sala de lavagem e secagem de vidrarias, DMLl (área limpa), DML (área suja), gerência de resíduos, pesagem e autoclavação, área para resíduos biológico, reciclado e comum.

Haverá ainda área de circulação externa e interna acessível para PNE; área de estacionamento, subestação e Estação de Tratamento (ETE).

O Hemonúcleo de Coari integra um projeto de expansão dos serviços de hemoterapia, idealizado pelo Governo do Amazonas, por meio da Fundação Hospitalar de Hematologia e Hemoterapia do Amazonas (Hemoam), que deverá instalar outras unidades em Itacoatiara, Manacapuru, Humaitá, Parintins, São Gabriel da Cachoeira e Tefé. Em Tabatinga, já está em execução a construção da unidade local.

Comodidade e rapidez no atendimento – Com a construção destes primeiros hemonúcleos – de Coari e Tabatinga -, o Governo do Amazonas fortalece a Hemorrede no interior, além de evitar deslocamentos de pacientes e doadores até a capital.

A construção dessas unidades no interior do estado vai ampliar a oferta dos serviços oferecidos pelo Hemoam, além de descentralizar alguns atendimentos atualmente realizados de forma exclusiva em Manaus.

Situada na calha do rio Solimões e distante 363 quilômetros de Manaus, Coari conta atualmente com uma população de 85.910 habitantes, de acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), referentes a 2019.

FOTO: Divulgação / Seinfra