27.3 C
Manaus
sexta-feira, fevereiro 23, 2024

Governo do Amazonas e Embrapa realizam l Workshop de Cadeias Produtivas do Guaraná

O Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Produção Rural (Sepror) e a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), realizou na quinta-feira e  nesta sexta-feira (23 e 24/11) o Workshop das Cadeias Produtivas Prioritárias, destacando o guaraná.

O primeiro dia do evento aconteceu no auditório da Embrapa Amazônia Ocidental, situado na Rodovia Am-010, quilômetro 29, e contou com a participação de estudantes, produtores e empresários que trabalham com o guaraná. Durante o evento foram discutidas técnicas e estratégias que visam fortalecer a produção de guaraná local, além de promover um espaço para debates e trocas de experiências de conhecimentos entre os participantes.

O encontro permite tanto aos empresários como aos produtores trocas de experiências além de proporcionar novas técnicas para trabalhar com a cadeia do guaraná. O produtor e participante do evento, Carlos Alberto Lobato, afirma a importância das técnicas de plantio passadas durante o workshop. “Nós estávamos precisando dessas informações, técnicas e esse apoio que estamos recebendo. Foi muito gratificante porque o que a gente queria de informação, nós estamos aprendendo. A partir disso, eu penso em expandir o plantio da produção de Guaraná graças ao apoio técnico da Embrapa e da Sepror “, comentou.

De acordo com o secretário Executivo-Adjunto de Política Agrícola, Pecuária e Florestal da Sepror, Airton Schneider, as edições dos workshops tem proporcionado aos participantes novas técnicas e tem gerado um desenvolvimento na produção desses. “todas as edições têm participações grande dos gestores do sistema Sepror, como também de pesquisadores, produtores, empreendedores, extensionistas rurais, que tratam da temática do momento, hoje o guaraná, e discutem seus problemas e apontam o futuro dessa cadeia e a gente espera apresentar o horizonte com esse público grandioso” afirma.

O evento discutiu sobre os entraves e problemas que estão atingindo a cadeia do guaraná para que o cultivo se torne novamente uma atividade atrativa. Durante o encontro os pesquisadores trouxeram um novo material genético que pode aumentar a produtividade de cultivo de guaraná e uma série de instruções para que o produtor faça seu manejo adequado da sua plantação e tenha um maior retorno financeiro.

Dia de Campo

Dando continuidade à programação, a Sepror, Embrapa e o Idam, realizaram, nesta sexta-feira (24/11), a visita técnica na fazenda Manancial, em Manacapuru (distante 68 quilômetros de Manaus), onde foram plantados cultivares da Embrapa e tem apoio da empresa Sabores Vegetais. Os participantes tiveram a oportunidade de vivenciar de perto o ambiente e a experiência da produtora Eliane Medeiro, favorecendo a troca de informações dos participantes.

“O nosso principal objetivo aqui é levar para os nossos pequenos produtores o modelo que dá certo. A importância também, eu quero ressaltar aqui, da parceria com a empresa porque eles vão ter um fruto de qualidade garantido pela nossa produção e que isso sirva, por exemplo, para outras empresas, investir no produtor”, ressalta a proprietária da fazenda Manancial, Eliane Medeiro.

Fotos: Isaac Maia e Emerson Martins/Sepror

spot_img