Take a fresh look at your lifestyle.

Governo do Amazonas investe em mecanização agrícola para aumentar produção agropecuária no Estado

-publicidade-

O Governo do Amazonas, por meio do Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Amazonas (Idam), e com apoio da Secretaria de Estado da Produção Rural (Sepror), Agência de Fomento do Amazonas (Afeam) e Agência de Desenvolvimento Sustentável (ADS), está beneficiando agricultores familiares do interior do Amazonas com o Projeto de Mecanização Agrícola. Inicialmente, as áreas que estão recebendo mecanização (destoca, gradagem e aração) compreendem um total de 512 hectares e serão finalizadas até dezembro deste ano.

Os municípios beneficiados são Barcelos, Santa Isabel do Rio Negro, São Gabriel da Cachoeira, Autazes, Manacapuru, Tefé, Uarini, Nova Olinda do Norte, Apuí e Manaquiri. Em algumas localidades, como Manacapuru e Apuí, as atividades já foram concluídas e nas demais os trabalhos seguem em ritmo acelerado.

Em visita ao município de Manaquiri (distante 60 quilômetros de Manaus), o diretor-presidente do Idam, Edimar Vizolli, verificou os trabalhos já desenvolvidos na região. Até o momento, já foram realizadas e finalizadas as atividades de destoca em cinco áreas. Neste município, o projeto irá beneficiar 30 agricultores familiares da AM-354, ramal do Barro Alto e ramal da Esmeralda.

Segundo Vizolli, a mecanização agrícola vai proporcionar aos agricultores familiares um trabalho mais humano, amenizando o esforço físico nas práticas de campo. Além disso, a técnica evita novos desmatamentos, uma vez que, as áreas já foram utilizadas anteriormente e agora estão sendo aproveitadas para receberem novos plantios que resultarão em produtos sustentáveis oferecidos em maior quantidade.

O agricultor Vanilson de Oliveira Souza, de 32 anos, um dos beneficiados com o projeto, está ansioso para iniciar o cultivo de culturas perenes em área mecanizada. “Trabalho há nove anos com o plantio de hortaliças, mamão, maracujá, milho e banana, agora, com o incentivo da mecanização e a assistência técnica do Idam quero expandir minha produção e trabalhar com outras culturas”, disse o agricultor, ao ressaltar, que hoje toda a produção agrícola da propriedade é utilizada para o consumo familiar e o excedente é comercializado em feiras locais.

Acesso ao crédito – A Afeam apoiará o projeto com o incentivo do crédito rural 2015, que será disponibilizado aos agricultores beneficiados com área mecanizada, desde que atendam ao perfil e aos critérios da linha de crédito rural. Os recursos serão investidos conforme a potencialidade de cada município.

Os projetos de crédito serão financiados com recursos do Fundo de Apoio às Micro e Pequenas Empresas e ao Desenvolvimento Social do Estado do Amazonas (FMPES), que serão concedidos por meio da linha de crédito para projetos especiais.

Para o gerente de Crédito Rural do Idam, Airton Schneider, o benefício da mecanização agrícola concedido pelo Governo do Amazonas irá reduzir os custos com a atividade, pois o agricultor ao aderir o financiamento irá investir apenas na compra de insumos agrícolas e mão de obra.

Mecanização – O projeto é destinado exclusivamente ao preparo de áreas de capoeira. O agricultor beneficiado deve ser cadastrado pelo Idam e possuir Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP), Cadastro Ambiental Rural (CAR) e documentos pessoais regularizados.

As atividades de mecanização estão sendo realizadas por uma empresa terceirizada contratada através de licitação pública. Os trabalhos contam com a orientação e supervisão dos extensionistas do Idam nos municípios, que são os responsáveis pela elaboração mensal de um cronograma de áreas a serem trabalhadas (produtor e comunidades).

“A Afeam comprou a ideia e nós como Instituição de Assistência Técnica e Extensão Rural vamos trabalhar para tornar essas áreas produtivas. Para isso, é necessário realizar um estudo de culturas e verificar a viabilidade econômica do produto para que o resultado do projeto seja positivo”, concluiu Vizolli.

-publicidade-