Governo do Amazonas já gerou mais de 600 mil empregos em obras de infraestrutura

Anúncio de mais R$ 1 bilhão em investimentos deve criar mais 123 mil postos de trabalho

Com 274 obras em todo o estado desde o início da gestão Wilson Lima, o Governo do Estado gerou, desde 2019 até este ano, cerca de 650 mil empregos de forma direta e indireta. O anúncio de mais R$ 1 bilhão em investimentos, nesta quinta-feira (15/07), deve criar mais 123 mil postos de trabalho, sendo 10 mil somente na reforma e modernização da rodovia AM-010, estrada que liga Manaus a Itacoatiara.

Segundo a Secretaria de Estado de Infraestrutura e Região Metropolitana de Manaus (Seinfra), os dados consideram um modelo de geração de empregos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), levando em conta toda a cadeia beneficiada por meio dos investimentos.

O governador Wilson Lima destacou a importância da série de obras executadas em todo o estado, assim como as próximas ações. É o caso da modernização da rodovia AM-010 – com previsão de início de obras para agosto deste ano –, intervenções em sistemas de distribuição de água e recuperação do sistema viário em municípios do interior.

“Só na AM-010 são 10 mil empregos, e nesse momento as empresas já estão fazendo essa contratação, não só quem está envolvido diretamente na obra, mas tem a empresa que fornece a alimentação e outros produtos, como material de construção. Há uma cadeia de geração de emprego e renda ao longo da rodovia nos municípios de Manaus, Rio Preto da Eva e Itacoatiara”, destacou Wilson Lima.

O secretário de Infraestrutura do Amazonas, Carlos Henrique Lima, ressaltou o compromisso do Governo do Estado em dar continuidade a obras paralisadas em gestões anteriores. Ele avalia que em dois anos de governo foi possível equalizar investimentos entre a capital e interior do estado.

“Muitas das nossas obras, obras que nós assumimos de gestões anteriores estavam muitas até paralisadas, sem nenhuma perspectiva de retomada e de início delas. O Anel Leste é um exemplo, o Anel Sul é outro exemplo. Nós estamos hoje sentados em cima de obras que nós avançamos, então o governo avançou bastante e tem uma perspectiva de acabarmos até dezembro de 2022”, disse Lima referindo-se ao Anel Sul.

Orgulho – O laboratorista da construção no Anel Viário Sul, Francisco Eugênio, 48, já atuou em outras grandes obras na capital, como a Avenida das Torres e parte do Anel Leste. Ele afirma sentir orgulho de trabalhar em um projeto que vai mudar a vida da população.

“Dá uma emoção. A gente se sente bem, saber que fizemos um bom trabalho, que foi útil às pessoas que trafegam e veem uma mobilidade maior. A gente sabe que a nossa região é difícil trabalhar com terraplanagem, porque chove muito, tem um inverno muito intenso. Hoje as pessoas que estão aqui estão gerando emprego e tentando trabalhar dessa maneira. É uma força muito grande para o povo amazonense”.

Novas obras – O governador Wilson Lima lançou hoje um pacote de novas obras para a capital e interior que vai trazer melhorias nas áreas de infraestrutura, prestação dos serviços de saúde, saneamento, educação e segurança. Os novos investimentos somam recursos na ordem de R$ 1 bilhão, entre 70 obras em licitação e a licitar com projetos em elaboração. Esses novos investimentos devem gerar 123 mil empregos diretos e indiretos.

Os anúncios feitos pelo governador englobam obras de mobilidade urbana e rural, com a modernização e recuperação de rodovias, ramais e sistemas viários urbanos. Além disso, preveem investimentos para melhoria nos serviços de saneamento, com a construção de sistemas de abastecimento de água e esgoto; de saúde, com a reforma de unidades de assistência; e de educação, com a construção de unidades de ensino.

Há, também, investimentos na segurança pública, com a construção e reforma de delegacias e batalhões de policiamento, em conformidade com o programa Amazonas Mais Seguro, anunciado pelo governador neste mês e que contempla um conjunto de ações para redução da criminalidade.

FOTO: Lucas Silva/Secom