Governo do Amazonas oferta cursos ao terceiro setor por meio do Cetam

Ampliar a oferta de cursos profissionalizantes no Amazonas tem sido a orientação do Governo do Estado ao Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (Cetam). E para cumprir a determinação do governador Wilson Lima, a autarquia tem buscado firmar parcerias com diversos setores e segmentos.

Um desses segmentos é o chamado Terceiro Setor, que abriga Organizações Não-Governamentais (ONGs), associações comunitárias, clubes de mães, entre outros organismos sem fins lucrativos.

Nos últimos dois anos, o Cetam fechou parcerias com 87 organizações do terceiro setor e, em 2021, o órgão quer aumentar esse atendimento pelo menos três vezes.

Nesta semana, o Cetam deu início ao cumprimento dessa meta com um chamamento público para atrair mais organizações do terceiro setor. Para marcar a iniciativa, o diretor-presidente da autarquia, Prof. Dr. José Augusto de Melo Neto, assinou cinco convênios com entidades filantrópicas.

“Ampliar a oferta de cursos é uma orientação do governador Wilson Lima. Uma das formas dessa ampliação são essas parcerias com entidades do terceiro setor, que iremos fortalecer ainda mais. O Cetam está de portas abertas e buscando mais entidades desse segmento para firmar acordos”, destacou o presidente.

Estiveram presentes na reunião e assinaram os termos de cooperação técnica com o Cetam as seguintes entidades: Visão Mundial, Cáritas Arquidiocesana de Manaus, Grupo de Apoio à Criança com Câncer do Amazonas, Associação dos Deficientes Visuais do Amazonas e Clube das Mães Nossa Senhora Aparecida.

Para Maurício Mendonça, representante do Clube das Mães Nossa Senhora Aparecida, a parceria com o Cetam é uma das ações de grande relevância à clientela atendida pela entidade.

“Quero agradecer ao Cetam pelo apoio e dizer que a situação do Clube de Mães pode ser avaliada antes e depois do Cetam. Muito obrigado pela oportunidade de fazer parte dessa parceria”, destacou o coordenador.

O diretor do Departamento de Relações Interinstitucionais do Cetam, professor Guilherme Sette, reforçou o chamamento para as entidades procurarem a instituição para buscar as parcerias.

“Queremos ampliar ainda mais as parcerias com as entidades do terceiro setor. E, para isso, estamos fazendo essa chamada”, ressaltou o diretor.

Financiamentos – O diretor-presidente do Cetam aproveitou a oportunidade para falar sobre a linha de crédito que os alunos e ex-alunos passam a contar, por meio da parceria firmada com a Agência de Fomento do Estado do Amazonas (Afeam). Ele ressaltou que o acordo garante financiamento para abertura de negócios que vão R$ 5 mil a R$ 21 mil. “Essa é mais uma iniciativa do Governo do Amazonas para garantir educação profissionalizante e gerar emprego e renda no Estado”, ressaltou.

Parcerias – Além das parcerias com o terceiro setor (87), o Cetam também firmou termos de cooperação técnica com outros órgãos do governo, num total de 75 parcerias, e com instituições privadas que somam 46 acordos. Com isso, a autarquia tem 208 termos para a oferta de cursos firmados com diversos segmentos no Amazonas.

FOTO: Cleudilon Passarinho/Cetam