Take a fresh look at your lifestyle.

-publicidade-

Governo do Amazonas paga abono para profissionais de saúde que atuam na pandemia

Pagamento do benefício nesta sexta-feira (16/04) contempla mais de 25 mil servidores

Valorizando o trabalho dos profissionais de saúde que atuam na pandemia da Covid-19, o Governo do Amazonas realiza, nesta sexta-feira (16/04), o pagamento de um abono para trabalhadores em cargos efetivos, temporários e comissionados. Ao todo, o governo investirá R$ 30 milhões no pagamento de 25.406 trabalhadores, por meio de uma folha de pagamento extra. Para os servidores, a bonificação significa não apenas reconhecimento, como também um estímulo para dar continuidade ao atendimento da população amazonense.

O valor para os cargos efetivos equivale a um vencimento básico do trabalhador, instituído na Lei nº 3.469 do plano de cargos, carreiras e remuneração dos servidores do quadro de pessoal permanente do Sistema Estadual de Saúde. O menor valor é de R$ R$ 732,57, para nível fundamental inicial, e o maior, de R$ 3.313,19, para médico com doutorado.

Os trabalhadores com contrato de regime temporário vão receber o equivalente a um vencimento básico inicial, da carreira de um servidor estatutário, da função que lhe é correspondente. Os servidores comissionados vão receber uma bonificação de R$ 1.000,00. Em pronunciamento na última segunda-feira (12/04), o governador Wilson Lima reforçou a importância do abono.

“São 25 mil trabalhadores bonificados como forma de reconhecimento do trabalho dessas pessoas durante a pandemia e também pela contribuição que sempre deram para o avanço no atendimento na área de saúde, principalmente nesse momento em que a gente faz uma reformulação em toda rede de assistência, tanto na capital como no interior”, ressaltou o governador.

Valorização – A técnica de enfermagem, Rene Lopes, de 43 anos, atua há duas décadas em uma das unidades de saúde referência no atendimento da Covid-19 no Amazonas, o Hospital e Pronto-Socorro 28 de Agosto. Para ela, o benefício dado pelo governo desperta um sentimento de alegria e esperança.

“Eu fico muito emocionada, porque nós vivemos muitas histórias aqui, muitos momentos de vitórias e momentos de tristeza. Só o fato de ele (governador) reconhecer, de estar nos valorizando, já nos traz o sentimento de gratidão. É motivo para agradecer o reconhecimento dele por olhar pela categoria toda”, destacou.

A profissional Marineide Ulchôa, 44, também agradeceu o abono para os profissionais, principalmente pela pressão e aumento da demanda no sistema de saúde. “Eu me sinto valorizada. Acredito que a gente tem nosso valor. Acreditamos em nós mesmos, e com mais esse reconhecimento a valorização fica melhor”, descreveu.

Na Maternidade Ana Braga, o trabalho se voltou para o atendimento de grávidas infectadas pelo vírus durante a pandemia, exigindo das equipes outro grau de dedicação, seja para cuidar das mães ou dos bebês. Para o técnico de enfermagem, Flávio Cunha, 65, a batalha continua neste momento.

“Continuamos trabalhando, lutando pela vida das pessoas que estão chegando. Para nós está sendo muito gratificante. A pandemia nos deixou muito vulneráveis em condições financeiras, então, no momento em que está vindo, esse abono é muito gratificante para todos nós”, agradeceu Flávio.

A enfermeira da Maternidade Ana Braga, Laresca Moreira, 25, afirmou que o exercício da função só é possível com o esforço de toda a equipe em prol da população. Ela considera o abono uma vitória de todos os profissionais.

“Estamos aqui 12 horas por dia fazendo o nosso melhor. Para mim representa muito. Ser reconhecida por um momento que a gente passou. Esse valor não vai tirar o que aconteceu, não vai fazer com que a gente tire das nossas mentes, mas de alguma forma vai nos ajudar, na nossa vida financeira, a nos reorganizar. É gratificante”.

FOTO: Arthur Castro/Secom

-publicidade-