Take a fresh look at your lifestyle.

-publicidade-

Governo do Amazonas paga indenizações de terrenos e imóveis do Anel Viário de Humaitá

Governo do Amazonas, por meio da Superintendência Estadual de Habitação (Suhab), nesta segunda-feira (31/05), realizou o pagamento de 23 indenizações a proprietários de imóveis e terrenos que serão desapropriados na envoltória de obra do Anel Viário de Humaitá, cidade localizada a 590 quilômetros de Manaus.

O atendimento dos proprietários para efetivação dos pagamentos aconteceu de 9h às 13h, na Escola Estadual Álvaro Maia, localizada na Rua Dezenove de Novembro, no bairro Novo Centenário.

Ao todo, serão 50 unidades desapropriadas pelo Governo do Amazonas para que a obra viária possa ser executada. As indenizações são realizadas com base no Decreto Estadual nº 43.147, de 03/12/20, que declara a área de Utilidade Pública. Os investimentos para esse primeiro pagamento são de R$ 1.433.804,16.

Os outros 27 processos, restantes de indenização, têm previsão de pagamento até a primeira quinzena do próximo mês de julho.

Representando o governador Wilson Lima na ação em Humaitá, o diretor-presidente, João Coelho Braga, destacou que esses pagamentos vão possibilitar maior celeridade na liberação da envoltória de obra do Anel Viário. “A Suhab intensificou o trabalho junto aos proprietários e está cumprindo a meta de liberação de áreas da obra”, disse o diretor-presidente.

Segundo o agricultor Danilo Pinheiro da Silva, que teve parte de seu imóvel desapropriado, a efetivação do pagamento foi muito positiva. “Vou investir na melhoria da minha propriedade e em equipamentos; e a obra vai trazer benefícios para nós que vivemos da agricultura”, disse.

O trabalho da equipe dos técnicos da Habitação e da Infraestrutura, iniciou em março deste ano e realizou medições, registros fotográficos, coleta de documentos relativos à posse e/ou propriedade para formalizar os processos expropriatórios, para pagamento e demolição, disponibilizando as áreas para a execução da obra viária, e também formalizou os processos.

Essa ação vai liberar áreas importantes para execução da obra do Anel Viário, determinada pelo governador Wilson Lima, o que vai possibilitar que não haja nenhum entrave para que a frente de obra avance e cumpra seus prazos de execução.

FOTO: Divulgação / Suhab

-publicidade-