Take a fresh look at your lifestyle.

-publicidade-

-publicidade-

Governo do Amazonas, por meio da FEI, retoma cronograma de entrega de cestas básicas a comunidades indígenas

O Governo do Amazonas, por meio da Fundação Estadual do Índio (FEI), iniciou na segunda semana de maio a entrega da ajuda humanitária aos povos indígenas que sofrem com os impactos da pandemia e da cheia dos rios do Amazonas. As comunidades estão recebendo a visita da equipe técnica para avaliar a situação local e recebem cestas de alimentos, material de limpeza e higiene, a fim de amenizar o problema econômico das famílias.

O diretor-presidente da FEI, Edivaldo Munduruku, destaca a importância de prestar assistência aos povos que estão sofrendo com o momento de pandemia e enchentes.

“Estamos analisando a situação de cada povo indígena que está sofrendo com esses dois problemas que todo o estado tem enfrentado. A equipe da Fundação está trabalhando para que possamos nos amparar da melhor maneira possível e amenizar os problemas que estas comunidades estão passando”, disse.

Até o momento, já foram entregues mais de 48 toneladas de alimentos para povos que residem em Manaus e Região Metropolitana. A FEI segue um cronograma rigoroso de entregas para que possa atender a todos os povos e levar ajuda necessária para o máximo de indígenas.

Enchente histórica – Segundo o Serviço Geológico do Brasil (CPRM), os níveis dos rios encontram-se altos para esta época do ano, e a situação tende a se agravar nas cidades ribeirinhas. Na Bacia do Amazonas, o volume de água deve continuar aumentando por força das chuvas que atingem a região. A mesma situação é verificada no rio Negro, onde o nível em torno de Manaus pode ultrapassar a marca de 30,35 metros.

FOTO: Divulgação/FEI

-publicidade-