Amazonas Notícias

Governo do Amazonas recebe primeiro lote de vacina bivalente da Pfizer

Mais de 44 mil doses do imunizante que protege contra Covid-19, Ômicron e as subvariantes chegaram nesta quinta-feira

O Governo do Amazonas recebeu, nesta quinta-feira (09/02), o primeiro lote de vacina bivalente da Pfizer, com 44.400 doses do imunizante. As vacinas bivalentes protegem contra o vírus original da Covid-19 e também contra a Ômicron e as subvariantes dela. As doses recebidas darão continuidade ao Plano Nacional de Vacinação (PNI), iniciando pelos grupos prioritários definidos pelo Ministério da Saúde (MS).

As doses da bivalente chegaram por volta das 13h, no Aeroporto Internacional Eduardo Gomes e de lá foram escoltadas até a sede da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas – Drª Rosemary Costa Pinto (FVS-RCP).

Para o secretário de saúde, médico Anoar Samad, é importante que a população dê sequência ao esquema vacinal contra Covid-19, iniciando com a aplicação de doses monovalentes para que depois tenham acesso às bivalentes.

“O Coronavírus vêm desenvolvendo mutações. Ele forma novas variantes e com isso as vacinas também vão evoluindo. No caso desta variante Ômicron e suas subvariantes, as vacinas mostraram que têm um escape vacinal muito grande. Com isso, a Pfizer lançou a vacina bivalente, que serve tanto para as variantes anteriores como para essas novas variantes”, disse o secretário de saúde.

De acordo com a diretora-presidente da FVS, Tatyana Amorim, é importante que a população fique atenta para a definição do grupo prioritário, que receberá as doses da bivalente da Pfizer neste primeiro momento.

“O público alvo nessa primeira fase é composto por pessoas a partir de 70 anos, pessoas que tenham alguma doença que cause imunossupressão, indígenas que vivam em terras indígenas e pessoas que vivem em instituição de longa permanência, como os asilos”, explicou Tatyana Amorim, que também pontuou os critérios necessários para aplicação de dose da bivalente.

“Para tomar essa vacina é preciso ter no mínimo o esquema básico garantido: duas doses. Então, se eu tomei uma dose e estou no grupo para a bivalente, vou poder tomar? Não. Tem que completar minimamente o esquema básico. Então, temos vacinas disponíveis na rede”, destacou.

Carnaval e saúde

Sobre as festividades de Carnaval, Anoar Samad relembra que a população deve continuar mantendo cuidados preventivos de saúde e enfatiza a importância da aplicação de doses da vacina.

“Agora está chegando o Carnaval. Então se você já tiver a oportunidade de vacinar já fica protegido inclusive para o Carnaval”, concluiu Samad.

FOTOS: Arthur Castro/Secom

Relacioandos