As Principais Notícias do Estado do Amazonas estão aqui!

Grandioso, Garantido abre Festival de Parintins defendendo as Lutas do Povo

Grandioso, emocionante e embalado por sua galera, O Boi Garantido abriu o Festival de Parintins com espetáculo “Nós, o Povo!” falando das lutas de sua gente. Um boi renovado e alegre trouxe logo de entrada a filha de seu fundador Lindolfo Monteverde, Maria do Carmo, conclamando a nação Vermelha e Branca para brincar com o mais campeão em momento marcante.

Nesta primeira noite, o Boi do Povão defendeu as lutas do povo, união de indígenas, negros, brancos, amarelos e quilombolas. Um povo feito no território da luta e luta tecida nos fios da alegria, da poesia, da dança, da arte de trançar as fibras da esperança e do entusiasmo de vida.

Apesar dos contratempos, garantido arrasou na arena

Uma das lendas mais antigas da Amazônia, “O Curupira, Sete Espíritos” foi apresentado com uma gigantesca alegoria do artista Roberto Reis. Transformações e efeitos, fizeram da lenda uma das melhores de todos os festivais. A cunhã-poranga, Isabelle Nogueira, surgiu no módulo principal e se destacou com sua apresentação.

A celebração folclórica “Aldeia Cultural” trouxe os povos que contribuíram para a formação da Amazônia, uma grande aldeia da diversidade cultural humana. A sinhazinha, Djidja Cardoso, amo do Boi, Gaspar Medeiros, a porta-estandarte, Edilene Tavares surgiram na grande celebração dos artistas Francinaldo Guerreiro e Iran Martins.

A porta estandarte trouxe o tema que valoriza o povo

A contribuição japonesa inaugurou um ciclo de prosperidade econômica na Amazônia, e essa contribuição foi representada através da figura típica regional “O Juteiro”. A rainha do folclore, Brenda Beltrão, protagonizou e representou a figura do caboclo juteiro, na alegoria dos artistas Fábio Martins e Jucifran de Souza.

Fechando o espetáculo da primeira noite, o Boi Garantido levou para a arena o ritual Kawahiwa, um ritual de cura espiritual dos kawahiwa-parintintin, habitantes do Rio Tapajós, contra a má-sorte ou panema. O estreante Adriano Paketá, pajé do boi do povão, fez uma apresentação emocionante e levou as arquibancadas ao delírio.

Sob aplausos, Garantido abriu o Festival deste ano

“Foi sem dúvida, uma apresentação espetacular refletida na alegria da torcida nas arquibancadas que não parou um minuto. Hoje temos mais espetáculo pra confirmar nossa vitória e falando de Alegria”, destacou Fábio Cardoso, presidente do Boi Garantido.

O Boi Garantido retorna neste sábado (29) ao Bumbódromo, fechando a segunda noite de apresentações do 54• Festival Folclórico de Parintins.

você pode gostar também