As Principais Notícias do Estado do Amazonas estão aqui!

Grupo de idosos do Ceci participa do desfile de sábado (22/02), no Sambódromo

Gov-02

Trinta e cinco idosos do Centro de Convivência Estadual do Idoso (Ceci), situado no bairro Aparecida, zona sul, administrado pela Secretaria de Assistência Social (Seas), participam neste sábado (22/02), a partir das 17h, do desfile de Carnaval do Grupo da Terceira Idade, no Centro de Convenções Professor Gilberto Mestrinho – Sambódromo de Manaus. O bloco conta também com grupos de idosos da Secretaria de Estado de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc), do Conselho do Idoso, Delegacia do Idoso e outros órgãos que atuam com foco nesse grupo social.

Na ocasião, os órgãos participantes vão aproveitar a folia momesca para trabalhar no sentido de fortalecer a rede de proteção ao idoso. “A ideia é que os idosos participem do desfile de Carnaval, mas que seja apresentada a rede de proteção por todos os entes envolvidos nesse trabalho”, informou a diretora do Departamento de Proteção Social Básica, Francizelma Fonseca.

A dirigente do DPSB disse ainda que o objetivo é mostrar para a sociedade como um todo que essa rede de proteção existe, embora muitos não a conheçam, e onde encontrar. “O idoso tem seus direitos resguardados, e isso é dever do Estado, da família; portanto, a ideia é demonstrar isso no Sambódromo, quando os órgãos vão lá para sensibilizar as famílias e o público em geral que qualquer tipo de agressão ao idoso é crime”, enfatizou.

Estatuto do Idoso – Instituído pela Lei 10.741, em outubro de 2003, o Estatuto do Idoso visa a garantia dos direitos assegurados às pessoas com idade igual ou superior a 60 anos (art. 1º). O texto legal enfoca e resguarda essa população com relação a questões familiares, de saúde, discriminação e violência contra o idoso.

Gov-03

O estatuto busca o cumprimento de princípios e direitos fundamentais à vida humana. Entre eles, a garantia da dignidade humana, princípio consubstanciado na Constituição Federal em seu art. 1º, inciso III.

O idoso goza de todos os direitos fundamentais inerentes à pessoa humana, sem prejuízo da proteção integral de que trata esta Lei, assegurando a essa população todas as oportunidades e facilidades para preservação de sua saúde física e mental e seu aperfeiçoamento moral, intelectual, espiritual e social, em condições de liberdade e dignidade.

As atividades desenvolvidas nos Centros de Convivência da Família e do Idoso, que são coordenados pela Seas, têm por objetivo estimular o protagonismo dos idosos por meio do Programa de Convivência e Fortalecimento de Vínculos. A partir da realização de uma série de atividades, o idoso passa a desenvolver sua autonomia e exercer seu progonismo família e na comunidade em que vive.

É este protagonismo que a Seas quer reforçar no desfile do sábado. A concentração dos idosos e demais secretarias estaduais vai acontecer às 16h, mas o desfile inicia às 17h no Sambódromo.

FOTO: Divulgação/Seas